TV ESTADÃO | 23.05.2015
TV ESTADÃO | 23.05.2015

Grêmio derrota o Figueirense e ganha a primeira no Brasileirão

Braian Rodriguez no 2º tempo garante vitória em Porto Alegre

Estadão Conteúdo

23 de maio de 2015 | 23h00

No primeiro jogo após a saída do técnico Luiz Felipe Scolari, o Grêmio finalmente venceu pelo Campeonato Brasileiro. Sob o comando interino de James Freitas - a diretoria ainda procura um substituto para Felipão -, o time gaúcho derrotou o Figueirense por 1 a 0, neste sábado, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela terceira rodada da competição.

Com a primeira vitória, o Grêmio deu um salto na tabela de classificação. Estava dentro da zona de rebaixamento, na 18.ª colocação, e agora está na oitava posição, com quatro pontos. Já o Figueirense segue na zona de degola, mas curiosamente ganha uma colocação - da 19.ª para a 18.ª - por causa da derrota do Joinville para o São Paulo por 3 a 0. Ambos têm um ponto, mas o clube de Florianópolis tem um gol a mais que o rival.

Na quarta rodada, no próximo final de semana, os dois clubes jogarão no domingo. Às 16 horas, o Grêmio visita o Goiás, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Mais tarde, às 18h30, o Figueirense joga contra o Cruzeiro, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

O jogo no primeiro tempo foi de poucas emoções. O Figueirense resolveu adotar uma proposta de esperar o Grêmio. Assim, apostou nos contragolpes, mas quase não criou. Na melhor chance, Clayton viu a esperança travar em um carrinho de Rhodolfo. Em casa, o time gremista tentou pressionar, mas o máximo que conseguiu foi um chute cruzado de Giuliano, que Alex espalmou, e uma falta de Douglas, que passou raspando o travessão.

Na segunda etapa, o Grêmio voltou do vestiário com o uruguaio Braian Rodríguez no lugar de Pedro Rocha e começou a ter mais presença na área do Figueirense. Com mais posse de bola, o time gaúcho passou a criar mais e fez Alex trabalhar. Aos 21 minutos, Giuliano chutou colocado e o goleiro espalmou. Sete minutos depois, o chute de Fellipe Bastos bateu no travessão e saiu.

Com mais força ofensiva - o Figueirense tentava apenas os contra-ataques e nada conseguiu de bom -, o Grêmio fez o seu gol aos 33 minutos. O lateral Marcelo Oliveira recebeu na ponta esquerda e fez o cruzamento perfeito para Braian Rodríguez na pequena área, mesmo marcado por dois rivais, cabecear no canto esquerdo baixo de Alex.

Em vantagem, o Grêmio não recuou e ainda teve mais uma oportunidade de gol, com Yuri Mamute, mas o chute mais uma vez foi espalmado pelo goleiro do Figueirense. Sem reação, o time catarinense não ameaçou e a vitória gremista foi confirmada.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 0 FIGUEIRENSE

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Galhardo (Fellipe Bastos), Rhodolfo, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Douglas (Yuri Mamute), Luan e Giuliano; Pedro Rocha (Braian Rodríguez). Técnico: James Freitas (interino).

FIGUEIRENSE - Alex; Leandro Silva, Bruno Alves, Marquinhos e Cereceda (Jefferson); Paulo Roberto, Fabinho, Yago (Mazola) e Marquinhos Pedroso; Clayton e Everaldo (Marcão). Técnico: Argel Fuchs.

GOL - Braian Rodríguez, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Tiago (no banco de reservas), Marcelo Grohe, Braian Rodríguez, Douglas, Walace e Galhardo (Grêmio); Bruno Alves, Fabinho, Cereceda e Yago (Figueirense).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioFigueirense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.