Grêmio derrota o Santa Cruz e garante primeiro lugar

O Grêmio venceu o Santa Cruz por 3 a 2 neste domingo, no Estádio dos Plátanos. Com o resultado, o time tricolor já sabe que vai encerrar a primeira fase do Campeonato Gaúcho como primeiro colocado do Grupo 1. Está com 30 pontos e não pode mais ser alcançado nas duas rodadas que faltam. O Santa Cruz dependia da vitória para afastar o risco de rebaixamento. Mas sua situação não chega a ser desesperadora.   Está em sétimo, com dez pontos, e só cai se perder os dois jogos que tem pela frente e se o 15 de Novembro, que é lanterna, com quatro pontos, vencer nas duas rodadas finais. Ainda assim, a queda para a segunda divisão dependeria do saldo de gols.   No jogo, o Grêmio teve dificuldades para fazer a bola rolar no campo esburacado e optou pelos passes longos, geralmente aéreos. Além disso, tentou aproveitar as duas vezes em que esteve em vantagem no placar para se poupar do forte calor, mas foi obrigado a mudar de estratégia porque o Santa Cruz chegou rapidamente à igualdade. Só respirou mesmo no final do jogo, quando marcou o gol da vitória.   O time tricolor saltou na frente aos 32 minutos do primeiro tempo, com gol de Pereira, de cabeça. O ex-gremista Bruno, também de cabeça, empatou aos 11 minutos do segundo tempo. Aos 26, Paulo Sérgio, de falta, colocou o Grêmio em vantagem de novo. Sete minutos depois, aos 33, Simonio, de cabeça, empatou de novo. O gol da vitória do Grêmio, aos 44 minutos, foi o único que não nasceu de bola parada. O colombiano Perea livrou-se de um adversário no meio-campo, avançou e cruzou para Tadeu, de cabeça, fechar o placar.   No outro jogo do Grupo 1, a Ulbra foi a Campo Bom e ganhou do 15 de Novembro por 3 a 2, com gols de Jaques, Carlinhos e Éverton Severo. Kélson e Éder Machado marcaram para o 15 de Novembro. Pelo Grupo 2, o Brasil derrotou o Juventude por 1 a 0, gol de Hiantony. O resultado não mudou a classificação dos times. O Juventude é terceiro, com 19 pontos. O Brasil é sexto, com 15 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.