Grêmio deve apostar no 3-5-2 para encostar nos líderes

Depois da derrota em casa para o Coritiba, na quinta-feira, o que fez que conquistasse apenas um dos últimos nove pontos que disputou, o Grêmio ficou na obrigação de vencer o Bahia neste domingo, a partir das 18h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador, para manter esperanças de se aproximar das primeiras posições do Brasileirão. O time gaúcho entrou na 13ª rodada com 16 pontos.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

11 de agosto de 2013 | 08h32

A atuação desastrada do time diante do Coritiba colocou o técnico Renato Gaúcho sob críticas. É provável que ele não volte a usar três volantes, o que reduziu a capacidade ofensiva gremista. E é possível, no entanto, que utilize o esquema 3-5-2, com três zagueiros, dois volantes e um articulador, dando liberdade para os dois alas irem ao ataque.

Para enfrentar o Bahia em Salvador, o Grêmio ficou sem o lateral-direito Pará e o atacante Kleber, ambos suspensos. Moisés é o principal candidato à função de ala, enquanto Paulinho e Yuri Mamute disputam a vaga para ser o companheiro do argentino Barcos no ataque.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.