Grêmio dispensa mais três jogadores

O Grêmio confirmou nesta terça-feira as dispensas dos zagueiros Pablo Hernandez e Mauro Galvão e do armador Valdo. O clube já havia rescindido os contratos do atacante Leandro Amaral e do armador Zinho. Somando esses cortes à demissão de Luizão, pedida pelo atacante, o tricolor vai reduzir em R$ 545 mil sua folha de pagamento, deixando-a próxima de R$ 900 mil mensais. O destino dos atacantes Fábio Baiano e Rodrigo Mendes deve ser decidido nesta quarta-feira. Os dois jogadores têm vínculos com o Flamengo e o Grêmio não têm dinheiro para pagar pela transferência. Mas há a possibilidade de um acordo entre os clubes para prorrogação dos empréstimos. O presidente José Alberto Guerreiro descartou a possibilidade de contar com o atacante Jardel no campeonato brasileiro. O jogador quer voltar ao Brasil para ficar perto dos filhos, mas, mesmo assim, o clube considera a faixa salarial do jogador acima de suas possibilidades. Com as estrelas que ficaram - Danrlei, Anderson Polga, Anderson Lima, Roger, Tinga e Rodrigo Fabri - e diversos novatos, como os promissores meio-campistas Élton e Bruno, o novo Grêmio viaja nesta quarta-feira para três amistosos em Portugal. O primeiro está marcado para sábado, contra o Benfica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.