Grêmio e Cerro Porteño são punidos por briga de torcedores

A confusão envolvendo torcedores do Cerro Porteño na derrota para o Grêmio por 1 a 0 na semana passada rendeu punições para os dois times nesta segunda-feira: a Conmebol anunciou que o Estádio La Olla, em Assunção, está interditado por dois jogos, sendo que o time paraguaio ainda terá de pagar uma multa de US$ 20 mil (cerca de R$ 42 mil), além de uma multa de US$ 10 mil (R$ 21 mil) para os gremistas.O motivo da multa para o time brasileiro foi o mau comportamento de sua torcida, que se envolveu em brigas com os torcedores paraguaios. Na confusão, foram atiradas cadeiras e pedras, que forçaram o árbitro Héctor Baldassi a interromper o jogo por alguns minutos e decretar o fim antes do previsto (sem os acréscimos). No campo, os jogadores cometeram muitas faltas violentas e aconteceram várias discussões.Com a definição das punições - as multas terão de ser pagas até esta terça - a Conmebol homologou o resultado da partida, que garante ao Grêmio a liderança neste começo desta segunda fase do Grupo 3, com três pontos. O próximo jogo será na semana que vem (dia 27, terça-feira), em Porto Alegre (RS), contra o Cúcuta Deportivo.

Agencia Estado,

19 de fevereiro de 2007 | 15h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.