Grêmio e Corinthians empatam em 2 a 2

Foi um jogo digno mesmo de final de Copa do Brasil: muita emoção e bom futebol. O empate entre Grêmio e Corinthians por 2 a 2, neste domingo, em Porto Alegre, na primeira partida da decisão, foi justo. As equipes mantiveram um futebol equilibrado do início ao fim da partida. A equipe paulista chegou a fazer 2 a 0, mas o adversário, reagiu e empatou o jogo em cinco minutos, com dois gols do ex-atleta do time do Parque São Jorge, Luís Mário.O resultado, de certa forma, foi bom para o Corinthians, que pelo fato de ter marcado dois gols fora de casa, pode ser campeão, domingo, no Morumbi, se empatar por 0 a 0 ou 1 a 1. O Grêmio também pode ser beneficiado pelo empate desde que seja por 3 a 3 em diante. A repetição do resultado de ontem leva a decisão para os pênaltis.No segundo jogo, o Grêmio poderá contar com o reforço do seu craque, o meia Marcelinho Paraíba, ex-São Paulo, que hoje estava suspenso. Já o Corinthians não terá André Luís, que levou o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão.A equipe gaúcha tentou tirar vantagem do mando de campo, e foi para o ataque desde o começo. Criou boas jogadas de ataque, mas ao 29 minutos foi surpreendido pelo primeiro gol do Corinthians: Marcelinho, de fora, da área, arriscou um chute direito para o gol. O zagueiro Marinho tentou cortar a jogada, de cabeça, mas enganou Danrlei ao desviar a bola contra seu próprio gol.Foi um golpe para o Grêmio, que se perdeu em campo. O time do técnico Wanderley Luxemburgo pôde, então, criar as jogadas características do time, com Müller e Ewerthon aberto pelas pontas, explorando os contra-ataques.A equipe paulista começou o segundo tempo com a mesma estratégia, certamente imaginando que o Grêmio iria ser mais ofensivo. Aos seis minutos, o Corinthians aumentou para 2 a 0, dando a impressão que teria definido a partida: Kléber fez o passe para Müller, que, dentro da área, pela meia-esquerda, limpou a jogada e completou para o gol.Mas aos poucos o Corinthians foi cedendo espaço para o Grêmio. O time do técnico Tite, então, avançou para o ataque na esperança de pelo menos diminuir a diferença. Aos 19 minutos, Luís Mário marcou o primeiro gol do Grêmio ao se aproveitar de um vacilo da defesa do time paulista, que não sofria gol havia seis partidas: Rogério não conseguiu tirar a bola da área, que sobrou para Luís Mário completar para o gol. Foi a vez de o Corinthians sentir a pressão. Luxemburgo tirou Müller e pôs o volante Marcos Senna aos 22 minutos para ajudar a fechar a intermediária. Mas aos 24 minutos, Maurício falhou feio em um chute de fora da área de Luís Mário, permitindo o empate.Luxemburgo pressentindo um perigo maior, temendo a virada do Grêmio tratou de garantir o empate. Aos 39 minutos ele tirou Marcelinho e pôs outro volante, Pereira. Os jogadores do Corinthians sairam de campo lamentando o resultado.

Agencia Estado,

10 de junho de 2001 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.