Grêmio e Inter duelam para dar salto e afundar o inimigo

PORTO ALEGRE - Grêmio e Internacional disputam o clássico gaúcho neste domingo, às 16 horas, no estádio Olímpico, em Porto Alegre, pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro, com objetivos diferentes. A tarefa é uma só, ganhar o jogo, mas os significados do resultado são múltiplos.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

28 de agosto de 2011 | 07h27

O Internacional luta para se aproximar da zona de classificação para a Copa Libertadores da América e pode afundar de vez o rival. O Grêmio briga para não cair para a zona de rebaixamento e para impedir a ascensão do adversário. O time colorado começou a rodada em sétimo lugar, com 27 pontos. O clube tricolor em 16.º, com 18 pontos.

Desta vez até o presidente do Grêmio, Paulo Odone, reconhece que o Internacional é favorito, mas ressalva que isso não decreta que o rival vá vencer. Pressionado a reverter a situação do time tricolor, o técnico Celso Roth vai esconder a escalação e o esquema até a hora do jogo. Mas é certo que fará várias alterações no time.

A defesa deve contar com a estreia do zagueiro Edcarlos e do lateral-esquerdo Júlio César. O meio de campo pode ter o volante Fernando, voltando da seleção brasileira sub-20, como grande novidade. O ataque pode ser repetido, com Leandro e André Lima, mas não está descartada a substituição de um deles por Brandão.

No Internacional, Dorival Júnior tem poucas coisas a esconder. O treinador não conta com o lateral-direito Nei e o volante Guiñazu, suspensos, e o meia D''Alessandro, contundido. Glaydson deve entrar na defesa, Tinga e Bolatti disputam uma vaga no meio de campo. A outra será de Andrezinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.