Grêmio e Inter estreiam com posturas diferentes

Grêmio e Internacional estreiam neste domingo no Campeonato Gaúcho, iniciado no sábado, com planejamentos diferentes. Pressionado pelos sete títulos conquistados pelo rival nos últimos nove anos, o Grêmio, agora dirigido por Silas, sabe que precisa ser campeão para evitar a pressão dos torcedores, insatisfeitos pela campanha no último Brasileirão, que deixou o time fora da próxima Libertadores.

AE, Agencia Estado

17 de janeiro de 2010 | 08h02

O técnico Silas ainda não revelou qual equipe vai enfrentar o Pelotas, às 17 horas, fora de casa, no Estádio Boca do Lobo, mas deve utilizar a maioria dos reforços contratados para a temporada. O condicionamento físicos dos jogadores, porém, preocupa o treinador.

Contra o Pelotas, que retorna à elite do futebol gaúcho em 2010, a aposta do Grêmio será no quarteto ofensivo formado por Borges, Hugo, Souza e Leandro, que se destacou no futebol brasileiro no São Paulo.

Bicampeão gaúcho, o Internacional vai começar o estadual mais preocupado com a disputa da Libertadores. A comissão técnica, dirigida por Jorge Fossati, já definiu que o time B será utilizado nas três primeiras rodadas do primeiro turno do Campeonato Gaúcho.

A preocupação com o início do estadual é tão pequena, que os titulares vão realizar um jogo-treino no início da tarde de domingo. E o time que vai enfrentar o Ypiranga, a partir das 19h30, no Beira-Rio, será dirigido por Enderson Moreira.

O técnico Jorge Fossati, porém, promete acompanhar a partida para observar jogadores que possam ser utilizados no decorrer da temporada. Assim, o Inter vai começar a temporada com atletas pouco conhecidos, como o goleiro Agenor, o lateral-direito Daniel, o zagueiro Wagner Silva, o volante Paulinho e o atacante Walter.

A primeira rodada do Campeonato Gaúcho, que não terá a participação do rebaixado Brasil de Pelotas, tem outras três partidas neste domingo: São José x Juventude, às 11 horas, Santa Cruz x Esportivo, às 17 horas, e Veranópolis x Porto Alegre, a partir das 20 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.