Grêmio empata em casa e desperdiça chance de subir na tabela

Empate em 1 a 1 contra o Atlético-PR em casa deixa o tricolor gaúcho com 25 pontos, empatado com o SP

Carlos Alberto Fruet, especial para o Estadão,

28 de julho de 2007 | 20h43

Num jogo de baixa qualidade técnica, Grêmio e Atlético Paranaense empataram em 1 a 1, esta noite, em Porto Alegre, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, o tricolor chegou aos 25 pontos e, no momento, continua em terceiro lugar, na zona da Libertadores. O Atlético é o 12º, com 18 pontos.Veja também:  A classificação da Série AO Grêmio começou no ataque e Tuta, de cabeça, aos oito minutos, obrigou Guilherme a fazer excelente defesa. Um minuto depois Alex Mineiro, numa disputa de bola com Tcheco, abriu o supercílio, fraturou o nariz e foi substituído por Marcelo. Alex saiu de maca e com protetor no pescoço, de ambulância.   E o Atlético, fechado e bem organizado na defesa, tentava suportar a pressão do tricolor gaúcho e, quando conseguia, especulava no contra-ataque, sem perigo. E o Grêmio, que dominava, não concluía. Aos 46 minutos, no entanto, após escanteio mal cobrado por Diego Souza, Tcheco chutou forte e fez 1 a 0 para o Grêmio.   Veio o segundo tempo e o jogo, mesmo movimentado, continuava ruim tecnicamente. Nenhuma das duas equipes tinha a competência de criar jogadas de ataque.    Até que aos 29 minutos, o Atlético Paranaense chegou ao empate, também em cobrança de escanteio: Marcelo pegou a sobra e tocou para fazer 1 a 1.    Depois, na base do desespero e da bola alta, o Grêmio tentou o segundo gol que não veio. Foi justo, pois o pouco futebol dos dois times não merecia um melhor resultado. GRÊMIO X ATLÉTICO PARANAENSE   Grêmio: Saja; Patrício, Schiavi, William e Thiego; Gavilán (Edmílson), Itaqui (Kelly), Diego Souza e Tcheco; Tuta (Douglas) e Carlos Eduardo.Técnico: Mano Menezes.Atlético-PR: Guilherme; Nei, Danilo e Rodolfo; Edno, Alan Bahia (Pedro Oldoni), Valência, Evandro (Clayton) e Ferreira; Dinei e Alex Mineiro (Marcelo). Técnico: Antônio Lopes.   Gols: Tcheco, aos 46 min. do primeiro; Marcelo, aos 29 minutos do segundo tempo.   Árbitro: Paulo Henrique Bezerra (SC).Renda: Não disponívelPúblico: 27.377 pagantesLocal: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.