Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio esquece a Copa Libertadores e ganha do Atlético-MG por 1 a 0 em BH

Geromel marca logo no começo e garante reação ao time gaúcho depois de eliminação na semifinal

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2018 | 19h14

Fora da briga pelo título da Copa Libertadores, o Grêmio voltou à dura realidade do Campeonato Brasileiro. Na luta para ficar entre os quatro primeiros colocados, o time gaúcho venceu o Atlético-MG por 1 a 0, neste sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 32.ª rodada.

O resultado manteve o Grêmio ainda em quinto lugar, mas agora com 55 pontos, bem perto de seus concorrentes mais diretos e que vão estar em campo neste domingo: São Paulo (56), Internacional (58) e Flamengo (59). O Atlético-MG segue com 46 pontos, cada vez mais ameaçado de deixar a zona dos seis primeiros colocados. Antes desta derrota, tinha perdido para o Ceará (2 a 1) e Fluminense (1 a 0). São três derrotas também sob o comando do técnico Levir Culpi, substituto de Thiago Larghi.

Apesar da eliminação na semifinal da Libertadores, ao perder para o River Plate por 2 a 1, o Grêmio mostrou muita determinação para superar o abatimento e buscar a reabilitação também no Brasileirão porque na rodada passada tinha perdido em casa para o Sport por 4 a 3.

O jogo começou movimentado e o Grêmio, com sua costumeira eficiência, abriu o placar logo aos dois minutos. Antes disso, Everton foi lançado na área pelo lado esquerdo, ajeitou e bateu. Victor mandou a escanteio. Na cobrança, Jael subiu sozinho na pequena área e cabeceou em cima do goleiro, que deu rebote. A bola sobrou para o zagueiro Pedro Geromel, mesmo desajeitado, completar para as redes.

Bem armado na defesa, o time gaúcho não deu chances para as infiltrações atleticanas. Ricardo Oliveira ficou isolado no ataque. A alternativa foi arriscar de longe. Aos 12 minutos, Matheus Galdezani pegou o chute de primeira de fora da área e forte. Mas Paulo Victor encaixou, sem dar rebote. O mesmo Galdezani arriscou outra finalização de longe e a bola saiu forte, mas do lado da trave esquerda.

Enquanto o Atlético-MG confundia velocidade com pressa, o Grêmio jogava com inteligência. Aos 28 minutos, outra vez Éverton apareceu com perigo no lado esquerdo, desta vez lançado por Paulo Miranda, que desarmou Ricardo Oliveira. O atacante chutou forte e Victor rebateu, mas desta vez a defesa aliviou.

A melhor chance de empate do Atlético-MG saiu aos 35 minutos. Chará foi até a linha de fundo pelo lado direito e cruzou na pequena área. Ricardo Oliveira foi prensado na hora da batida, mas Elias ainda chutou em cima do goleiro. Paulo Miranda, caído, aliviou e a bola sobrou para Terans. Ele tocou devagar, a bola passou pelo goleiro, porém Pedro Geromel deu um peixinho para salvar em cima da linha. A torcida vaiou muito no intervalo.

O Atlético-MG voltou melhor no segundo tempo, mais organizado e tocando a bola com consciência. Tentou as infiltrações e as tabelas perto da área, mesmo porque os cruzamentos pelo alto eram todos interceptados pela defesa gremista, com Pedro Geromel em tarde inspirada.

Aos 12 minutos, Levir Culpi tirou o volante Galdezani para a entrada do atacante Denilson. Renato Gaúcho respondeu com a saída de Ramiro para a entrada de Alisson. O técnico mineiro ainda tentou outras duas trocas com as entradas de Cazares e Leandrinho, respectivamente, nos lugares de Terans e Ricardo Oliveira. Mas nada melhorou.

O Grêmio, ao seu estilo, teve a chance matar o jogo aos 30 minutos. Pepê recebeu dentro da área e tocou para trás para a finalização à queima-roupa de Alisson, mas Victor espalmou em grande defesa. A bola ainda subiu e antes que entrasse foi aliviada de cabeça por Fábio Santos.

Mesmo sem objetividade, o Atlético-MG se manteve no campo ofensivo e empurrou o Grêmio para sua defesa. Mas não correu grandes riscos. Vitória dos gremistas e muitas vaias para os atleticanos com o já manjado coro de "time sem vergonha".

Os dois voltarão a campo no próximo domingo, dia 11, às 17 horas. O Atlético-MG vai receber o líder Palmeiras, enquanto que o Grêmio volta à sua arena diante do Vasco.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 0 x 1 GRÊMIO

ATLÉTICO-MG - Victor; Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias, Matheus Galdezani (Denilson), Chará e Terans (Cazares); Ricardo Oliveira (Leandrinho). Técnico: Levir Culpi.

GRÊMIO - Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Paulo Miranda e Bruno Cortez; Michel, Matheus Henrique, Ramiro (Alisson), Jean Pyerre e Everton (Pepê); Jael (Thonny Anderson). Técnico: Renato Gaúcho.

GOL - Pedro Geromel, aos 2 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Galdezani, Elias, Emerson e Leonardo Silva (Atlético-MG); Matheus Henrique (Grêmio).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ).

RENDA - R$ 143.816,00.

PÚBLICO - 16.758 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.