Grêmio faz 7 a 1 em Santa Catarina e assume a liderança

Time gaúcho aplica maior goleada do Campeonato Brasileiro e ultrapassa o Flamengo; próximo rival é o Palmeiras

Agência Estado,

24 de julho de 2008 | 23h58

O Grêmio goleou o Figueirense por 7 a 1, nesta quinta-feira, no estádio Orlando Scarpelli, e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, com 28 pontos, um a mais que o Flamengo. Com três gols do colombiano Perea e outros três de Reinaldo, o novo líder conseguiu a maior goleada da competição até o momento e acabou com a invencibilidade do clube catarinense em jogos disputados em Florianópolis. O Figueirense manteve os 19 pontos e a 9.ª posição na tabela.   Veja também:  Resultados e tabela do Brasileirão Série A    O Figueirense começou o jogo adiantando a marcação e dificultando a saída de bola dos gaúchos. Apesar da pressão inicial, o time não assustou o goleiro Victor. Em um contra-ataque, foi o Grêmio que teve a chance abrir o placar. Em duas cobranças de escanteio, a zaga catarinense furou e nenhum atacante alcançou a bola.   O Figueirense insistiu pela direita, com pouca objetividade. Aos 13, Marquinhos recebeu na entrada da área, mas a defesa desviou para escanteio. Na seqüência, o Grêmio reagiu. Aos 17, Willian Magrão recebeu cruzamento na área e ajeitou de cabeça para Perea, que cabeceou para o gol. A bola tocou no travessão, bateu nas costas do goleiro Wilson e entrou.   O gol movimentou o jogo e obrigou o Figueirense a arriscar mais no ataque. Cleiton Xavier recebeu passe na área, caiu e pediu pênalti. O árbitro Paulo César Oliveira mandou seguir o jogo. Em seguida, Marquinhos chutou de fora da área duas vezes, mas a bola parou na zaga.   A falta de pontaria do Figueirense contrastou coma a eficiência do Grêmio no ataque. Aos 28, Perea recebeu cruzamento do escanteio e contou com a saída equivocada do goleiro Wilson para marcar seu segundo gol na partida: 2 a 0.   Desorientado pelo segundo gol gremista, o time de Florianópolis voltou a pressionar, sem criatividade. Aos 36, Leandro Soares subiu pela esquerda, entrou na área e foi derrubado. Cleiton Xavier bateu o pênalti e marcou seu oitavo gol no campeonato, na vice-artilharia do Brasileirão.   O segundo tempo repetiu a iniciativa do Figueirense, ainda que desorganizada, e os ataques eficientes do Grêmio. Aos 5 minutos, Perea chutou dentro da pequena área e Bruno Aguiar tirou a bola da linha. Três minutos depois, Marcel recebeu cruzamento da esquerda e, de cabeça, anotou o terceiro gol do time gaúcho.   O Figueirense sentiu o volume de jogo do Grêmio, que chegava ao ataque com maior facilidade. Aos 22, Perea novamente ampliou o placar. E dois minutos depois, Reinaldo, que acabara de entrar, cabeceou para marcar o quinto gol do novo líder do Brasileirão.   Com o desânimo do time da casa, o Grêmio ainda teve tempo de ampliar a goleada. Reinaldo marcou mais duas vezes, em dois contra-ataques fulminantes.   Na próxima rodada, o Figueirense enfrenta o Atlético Paranaense, em Curitiba, no domingo. No mesmo dia, o Grêmio recebe o Palmeiras, em Porto Alegre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.