Grêmio faz o básico, supera o vence Vitória e avança às quartas da Copa do Brasil

Grêmio faz o básico, supera o vence Vitória e avança às quartas da Copa do Brasil

O gol foi marcado por Jean Pyerre de pênalti, antes do intervalo

Redação, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2021 | 22h22

Grêmio garantiu vaga às quartas de final da Copa do Brasil. O triunfo sobre o Vitória por 1 a 0, na Arena do Grêmio, nesta terça-feira, fechou o agregado em 4 a 0 para os gaúchos. A classificação também encerra o maior tabu sem vencer no novo estádio. Foram sete jogos com três derrotas e quatro empates.

O gol foi marcado por Jean Pyerre de pênalti, antes do intervalo. Na primeira partida, no Barradão, o placar acabou 3 a 0 para o clube gaúcho com Ricardinho, Léo Pereira e Diogo Barbosa. O sorteio dos confrontos das quartas de final será na sexta-feira, às 15 horas.

A etapa inicial não foi uma grande disputa. Com a vantagem de 3 a 0, o Grêmio não chamou a responsabilidade para criar e o Vitória não possui a qualidade técnica para tal. As chances, porém, foram criadas e sempre em sequência. Um belo ato de cavalheirismo e generosidade.

Na primeira oportunidade, os donos da casa abriram o placar com Ricardinho após boa defesa de Lucas Arcanjo, mas o gol foi anulado por impedimento. Em seguida, os visitantes assustaram com Samuel. O centroavante cabeceou com perigo, acima da meta.

Perto do intervalo, o Vitória quem atacou primeiro com Soares. O jogador, fora da área, viu espaço e arriscou de longe com a esquerda. A bola subiu. Minutos depois, chance do Grêmio.

Em bola jogada, Léo Pereira cruzou na área e a redonda ficou viva. Jean Pyerre, na cara do gol, chutou para fora. O VAR foi chamado e o árbitro Léo Simão Holanda viu que o lateral-esquerdo João Pedro desviou com a mão: pênalti. Na cobrança, o camisa 88 do Grêmio marcou aos 46 minutos do segundo tempo.

Na segunda etapa, o Vitória não se reencontrou e o Grêmio dominou. A troca de generosidades e cavalheirismo foi esquecida. O clube gaúcho criou inúmeras oportunidades e poderia ampliar o placar. Ricardinho foi o mais acionado e carimbou o travessão duas vezes em dois escanteios.

O relógio ainda nem marcava os 15 minutos e os mandantes continuaram. Balançaram as redes em novo impedimento de Léo Pereira e viram Ricardinho perder um gol inacreditável. Embaixo das traves, a bola bateu no goleiro Lucas Arcanjo e foi por cima.

Só nos últimos 15 minutos que o Grêmio tirou o pé. Administrou o resultado e deixou de assustar o "pobre" Lucas Arcanjo. O goleiro do Vitória fez o possível, mas a derrota e a eliminação era inevitável.

O Grêmio volta a campo na segunda-feira (dia 9), mais uma vez na Arena do Grêmio contra a Chapecoense, lanterna do Campeonato Brasileiro, às 20 horas. Os gaúchos estão em 19º a seis pontos do Cuiabá, que é o primeiro fora da zona de rebaixamento (7 a 13).

O Vitória recebe, em casa, no Barradão, o Vasco, neste sábado, às 19h30. Com 13 pontos, mas na 14ª colocação, o Leão da Barra está empatado com o 17º Cruzeiro. Acima do Vitória, aparece o Vila Nova com 18.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 1 x 0 VITÓRIA

GRÊMIO - Gabriel Chapecó; Vanderson (Rodrigues), Pedro Geromel, Ruan e Bruno Cortez (Guilherme Guedes); Darlan (Thiago Santos), Lucas Silva e Jean Pyerre; Léo Pereira (Jhonata Robert), Ricardinho e Alisson (Luiz Fernando). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

VITÓRIA - Lucas Arcanjo; Van (Cedric), Marcelo Alves, Matheus Moraes e Roberto; Gabriel Bispo, João Pedro, Eduardo (Gabriel Inocêncio) e Soares (David); Guilherme Santos (Pedrinho) e Samuel (Caíque Souza). Técnico: Ramon Menezes.

GOL - Jean Pyerre (pênalti), aos 46 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ruan e Guilherme Guedes (Grêmio).

CARTÃO VERMELHO - João Pedro (Vitória).

ÁRBITRO - Leo Simão Holanda (CE).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.