Grêmio goleia São José por 6 a 1 no Gaúchão

Usando todos os titulares disponíveis, o Grêmio goleou o São José por 6 a 1 nesta quarta-feira na abertura da quarta rodada do segundo turno. Com a vitória, o time da capital assumiu a liderança do Grupo B do Campeonato Gaúcho, com sete pontos e saldo de seis gols. O São José também tem sete pontos, mas seu saldo é negativo, de três gols.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

18 de março de 2009 | 21h51

Logo no início do jogo os quase 12 mil torcedores que foram ao Olímpico perceberam que seria uma noite de facilidades para o Grêmio. No primeiro ataque Tcheco recebeu um lançamento de Fábio Santos, chutou da entrada da área e abriu o placar.

O São José chegou a assustar aos 8 minutos, quando Fabiano aproveitou um rebote do goleiro Victor para empatar. Mas daí em diante só deu Grêmio. Léo recolocou o os donos da casa em vantagem aos 21 minutos e Jonas ampliou aos 26 e aos 30 do primeiro tempo.

Mesmo sem forçar o ritmo, o Grêmio marcou mais dois gols no segundo tempo, com Fábio Santos, aos 15, e Máxi Lopes, que havia entrado a pedido da torcida, anotou aos 40 minutos em seu primeiro gol com a camisa dos donos da casa.

Na próxima rodada, o Grêmio visitará a Ulbra, fora de casa, no domingo, às 16 horas.

Ficha Técnica:

Grêmio 6 x 1 São José

Grêmio - Victor; Réver, Léo (William Thiego) e Rafael Marques; Ruy (Maxi Lopez), Adilson, Tcheco, Souza e Fábio Santos; Alex Mineiro e Jonas (Herrera). Técnico: Celso Roth.

São José - Luiz Müller; Vitor (Diego Botin), Ari (Tairone), Samuel e Pedro Carmona; Daril, Enciso, Jonas e Junior Paulista (Dênio); Fabiano e Sandro Sotilli. Técnico: André Luís.

Gols - Tcheco no 1.º minuto, Fabiano, aos 8, Léo, aos 21, Jonas, aos 26 e aos 30 minutos de 1º tempo. Fábio Santos, aos 15, e Maxi Lopez, aos 40 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos - Souza (Grêmio); Samuel, Daril e Fabiano (São José).

Cartão vermelho - Rever (Grêmio).

Árbitro - Márcio Chagas da Silva.

Renda - R$ 130.120,00.

Público - 11.795 (9.947 pagantes).

Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.