Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Grêmio humilha Inter com técnico interino e assume o terceiro lugar

Tricolor bate sem dó no arquirrival, goleando por 5 a 0 na Arena

Estadão Conteúdo

09 Agosto 2015 | 20h33

Grêmio e Inter entraram na Arena Grêmio para escrever mais um capítulo da história do Gre-Nal. E que capítulo. A equipe dirigida por Roger Machado não deu chances para o rival e humilhou a equipe do Inter no 407º clássico da história, que foi a campo com o técnico interino Odair Hellman, no lugar do demitido Diego Aguirre. Com este panorama, o time da casa goleou o arquirrival por 5 a 0, com direito a ''olé'' e pênalti perdido, subiu para 30 pontos e assumiu a terceira posição no Brasileirão. Já o Inter afunda na crise e amarga uma posição intermediária, 12ºlugar, com 21 pontos.

O Grêmio partiu para cima logo no início para tentar abrir o marcador cedo e impor seu ritmo para o duelo. A equipe de Roger Machado quase fez o primeiro com Luan, aos 4 minutos. Giuliano recebeu na entrada da área, foi até a linha de fundo, pela direita, e cruzou para Luan, que se antecipou a Juan e chutou, do bico da pequena área. A bola passou raspando a trave de Alisson.

A pressão inicial quase resultou em gol. Aos 10 minutos, Pedro Rocha recebeu de Douglas pela direita, passou por Rodrigo Dourado e chutou cruzado, com força, já dentro da área. Alisson espalmou nos pés de Giuliano e, ao tentar evitar o gol, derrubou o jogador. Pênalti, que Douglas bateu firme, tirando Alisson da bola. Mas o meia errou o gol, chutando à direita da trave do Inter.

Depois do pênalti, o jogo pegou fogo. O Inter não conseguia organizar seu sistema defensivo e via o rival entrar como queria na área e levar perigo a Alisson. O Inter só chegou pela primeira vez a ameaçar o rival aos 23 minutos. Dourado fez boa jogada e carregou a bola ao ataque, tocando para Wellington Martins. O volante passou para Ernando, que tentou o cruzamento, mas foi travado e ganhou o escanteio. Na cobrança, a zaga do Grêmio afastou.

Mas o Grêmio voltou a pressionar e abriria o marcador ainda no primeiro tempo. E com um golaço. Aos 34, Galhardo cobrou escanteio da direita, por baixo, e Lisandro López afastou mal. A bola sobrou na entrada da área para Giuliano acertar uma bomba de primeira, no canto direito de Alisson. A bola ainda bateu na trave antes de balançar as redes.

Em desvantagem, o Inter saiu para o jogo e quase marcou com Wellington Martins, que fez jogada individual, mas adiantou muito a bola. Galhardo tentou afastar, mas o volante do Inter chutou de dentro da pequena área. Grohe saiu nos pés do rival e mandou para escanteio.

Só que o primeiro tempo ainda reservaria mais emoções para o Gre-Nal. Em jogada rápida, aos 42, Erazo se antecipou a Lisandro López, na intermediária e tocou para Luan. O atacante dominou com liberdade, conduziu até a entrada da área e chutou firme de pé direito, rasteiro, para ampliar o placar.

Na volta do intervalo, o Inter, ainda atordoado, não se encontrava em campo e percebia o rival cada vez mais forte no ataque. E o terceiro gol não demorou para sair. Aos 3 minutos, Edinho dominou na entrada da área e chutou forte. A bola bateu na zaga e sobrou para Pedro Rocha, que cruzou para o meio. Luan, mais uma vez no lugar certo, marcou seu segundo na partida, empurrando para as redes.

Com os 3 a 0 no placar, o Grêmio continuou a pressão, mas também dava espaços para as investidas do rival. Aos 15, o Inter quase descontou com Alex, que recebeu dentro da área e chutou firme na trave. A bola sobrou no pé de Wellington, que livre pelo meio, mandou para fora.

Mas o pesadelo do Inter continuava. O ataque gremista era muito rápido. Maicon fez lançamento preciso para Fernandinho, que surgiu livre no campo de ataque. O jogador invadiu a área, driblou Alisson e chutou de pé esquerdo para marcar o quarto de sua equipe no duelo. Goleada no Gre-Nal. Que ainda não tinha sido definida.

A entrada de Fernandinho destruiu o setor esquerdo do Inter. Aos 39, depois de trocar passes com Giuliano, o atacante foi no fundo, entrou na área e rolou para o meio da pequena área. Réver tentou desviar, mas acabou completando para o gol. A humilhação era completa. Goleada histórica no 407º Gre-Nal.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 5 X 0 INTERNACIONAL

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Rafael Galhardo, Pedro Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Edinho, Maicon, Douglas (Maxi Rodríguez) e Giuliano; Pedro Rocha (Fernandinho) e Luan (Bobô). Técnico: Roger Machado.

INTERNACIONAL - Alisson; William, Réver, Juan e Ernando; Rodrigo Dourado, Wellington, Anderson (Alex), Eduardo Sasha e Valdívia (Vitinho); Lisandro López (Nilton). Técnico: Odair Hellmann.

GOLS - Juliano, aos 34, e Luan, aos 42 minutos do primeiro tempo; Luan, aos 3, e Fernandinho, aos 30, e Rever (contra), aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Edinho (Grêmio); Eduardo Sasha, Alisson, Rodrigo Dourado e Nilton (Inter).

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA).

RENDA - R$ 1.745.584,00.

PÚBLICO - 42.432 pagantes (46.010 no total).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Mais conteúdo sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioInter

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.