Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Grêmio imprime ritmo intenso, derrota o Vasco e encosta na liderança

Gaúchos fazem 2 a 0 nos cariocas e grudam no Atlético-MG

Estadão Conteúdo

11 de julho de 2015 | 20h37

O Grêmio mostrou neste sábado que está entre os favoritos para brigar pelo título do Brasileirão. A equipe comandada por Roger Machado venceu o Vasco com sobras por 2 a 0, na Arena Grêmio, pela 13ª rodada da competição, e chegou aos 26 pontos, o mesmo número do líder Atlético-MG, mas com saldo de gols inferior. A equipe mineira ainda entra em campo neste sábado, contra a Ponte Preta, em Campinas, e pode voltar a se isolar na liderança da competição. O Vasco continua sua péssima campanha e estaciona na penúltima colocação do Brasileirão, com 9 pontos.

Após uma pressão inicial do Vasco, o Grêmio dominou quase todas as ações durante a maior parte do primeiro tempo. A equipe gaúcha criou várias oportunidades e quase abriu o marcador em lance incrível, logo aos 11 minutos de jogo.

Luan avançou rápido pela esquerda, limpou a marcação e cruzou para Giuliano. Na pequena área, com o gol livre, o meia desviou para fora e perdeu a melhor chance do duelo até então para fazer o primeiro gol de seu time na Arena Grêmio.

Aos 26, Luan, de novo, dominou pela direita e passou para Galhardo. O lateral foi até a linha de fundo e cruzou para a área. Rodrigo desviou e a bola passou pelo goleiro Charles e correu até o outro lado do campo.

Bem postado na defesa, o time carioca ameaçou algumas vezes, todos em chutes perigosos de Rodrigo, de fora da área. Na chance mais aguda, aos 39, o zagueiro cobrou falta forte da intermediária e Marcelo Grohe deu um tapinha para escanteio para salvar o time da casa.

Na volta do intervalo, os anfitriões continuaram a pressionar e o Vasco continuou a optar pela marcação forte para resistir e tentar beliscar um ponto em Porto Alegre. Só que o Grêmio quase abriu o marcador aos 7 minutos. Douglas fez belo lançamento de longa distância para Luan, que surgiu na entrada da área e deu um toquinho por cobertura sobre Charles. A bola saiu caprichosamente à direita da meta dos visitantes.

Mas o gol não demorou a sair. De tanto insistir pela direita no primeiro tempo, a equipe gaúcha conseguiu seu objetivo em jogada com Galhardo, aos 14. O lateral recebeu belo passe de Luan e cruzou firme. O goleiro Charles desviou para o meio da área, a bola rebateu no zagueiro Anderson Salles e entrou na meta vascaína.

Com a desvantagem no placar, o Vasco saiu para buscar pelo menos o empate. Mas a equipe carioca saía de forma desordenada e dava espaços para o Grêmio, que quase ampliou aos 23. Giuliano recebeu na entrada da área, invadiu e chutou cruzado. Charles fez a defesa, quase deixou a bola escapar, mas conseguiu se recuperar e evitar o segundo gol do adversário.

O técnico vascaíno tentou dar mais força ao ataque de sua equipe, mandando a campo Herrera, Eder Luis e Gilberto. Mas a tática não funcionou como esperado, com o Vasco apresentando um futebol bem fraco, sem nenhuma imaginação e qualquer troca de passes perigosa.

Na única chance de perigo deste Vasco renovado e ''ofensivo'' da etapa final, Gilberto recebeu com liberdade pela direita e chutou de primeira, após boa jogada de Herrera. A bola saiu forte, mas no meio do gol, e Grohe fez defesa segura.

Mas o Vasco não produziu mais do que isso e viu o Grêmio definir a partida aos 35 minutos da etapa complementar. Em erro de Guiñazu, Giuliano avançou rápido pela direita e fez um lançamento preciso para Pedro Rocha. O atacante entrou por trás da zaga vascaína, invadiu a área e fuzilou de bico com firmeza, sem chances para Charles. Vitória concretizada.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 X 0 VASCO

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Rafael Galhardo (Lucas Ramon), Pedro Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira (Marcelo Hermes); Walace, Maicon, Giuliano e Douglas (Edinho); Luan e Pedro Rocha. Técnico: Roger Machado

VASCO - Charles; Madson, Anderson Salles, Rodrigo e Christiano (Gilberto); Guiñazu, Serginho, Julio Cesar e Andrezinho; Dagoberto (Herrera) e Riascos (Eder Luis). Técnico: Celso Roth.

GOL - Anderson Salles (contra), aos 14, e Pedro Rocha, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Wallace; Guiñazu, Andrezinho e Serginho.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP).

RENDA - R$ 1.161.582,00.

PÚBLICO - 34.752 pessoas.

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.