Grêmio já dá como certa saída de Vargas no fim do ano

SÃO PAULO - O Grêmio não vai manter o atacante Eduardo Vargas para o ano que vem. Apesar de o chileno ser titular do ataque, o clube gaúcho sequer irá tentar negociar com o Napoli para renovar o contrato de empréstimo, que vence em dezembro, ou para fazer uma oferta para a compra em definitivo dos diretos federativos do jogador. Quem revela isso é o executivo de futebol do Grêmio, Rui Costa.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2013 | 14h25

"Vargas fica por empréstimo conosco até dezembro, mas será impossível mantê-lo. Nem sequer existe a possibilidade de compra no contrato, porque o Napoli não quis incluí-la. É normal que um técnico como (Rafa) Benítez queira recuperar um jogador que passa por um momento importante, como o Vargas", explicou Rui Costa, em entrevista ao jornal chileno El Mercurio, publicada nesta quinta-feira.

Nos últimos seis jogos da seleção chilena, Vargas marcou sete gols, tornando-se o principal jogador da equipe comandada por Jorge Sampaoli. Por conta disso, segundo o El Mercurio, é certo que o Napoli vai pedir seu retorno. "Benítez está muito atento o que acontece com Vargas, inclusive pediu informações periódicas sobre as suas atuações. Sabemos do seu ótimo momento e estamos muito contentes com ele", disse ao jornal chileno um membro da comissão técnica do Napoli.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.