Grêmio joga desfalcado no Paraguai

Com três importantes desfalques, o Grêmio enfrenta o Olimpia nesta quarta-feira, às 21h40, em Assunção, no Paraguai, na primeira partida da semifinais da Copa Libertadores da América. Por motivos diferentes, o técnico Tite não poderá contar com o lateral Gilberto e os atacantes Luizão e Luís Mário.Luizão abandonou o clube na última segunda-feira. Apesar de ainda ter contrato até o fim do mês, o atacante avisou que está com medo de sofrer uma contusão, que prejudicaria sua transferência para o exterior, e por isso não poderá defender mais o Grêmio. Luís Mário não joga por estar suspenso. Assim, Tite armou o ataque com Fábio Baiano e Rodrigo Mendes. No lugar de Gilberto, contundido, entra Pedrinho.Por outro lado, o Grêmio ganha o reforço do zagueiro Anderson Polga, que voltou com uma lesão da Ásia, onde conquistou com a seleção brasileira o pentacampeonato mundial, mas já se recuperou. Ele formará o setor com Roger e Claudiomiro.Já o Olimpia conta com todos os titulares e ainda terá o reforço do meia Victor Quintana, cedido pelo Porto para disputar esta fase final. O goleiro do time e da seleção paraguaia, Tavarelli, acredita que chegar à decisão ?seria a forma de homenagear o clube por seus 100 anos de vida?. As equipes buscam o terceiro título da competição. O Olimpia, em cinco finais disputadas, sagrou-se campeão em 1979 e 90, enquanto o Grêmio, em três decisões, levantou a taça em 83 e 95. O jogo de volta entre as duas equipes acontece na próxima quarta-feira, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. O vencedor de Grêmio e Olimpia enfrentará São Caetano ou América do México na final da Libertadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.