Arquivo/AE
Arquivo/AE

Grêmio joga pela liderança do Grupo 7 da Libertadores

Equipe de Porto Alegre entra em campo às 21h50 desta quarta-feira para enfrentar o Aurora, na Bolívia

Elder Ogliari, Agencia Estado

25 de março de 2009 | 07h37

O Grêmio pode definir seu futuro na Libertadores nos dois próximos jogos, ambos contra o Aurora. Se vencer o time boliviano nesta quarta-feira, em Cochabamba, o time encerra o primeiro turno como líder do Grupo 7, com sete pontos, um a mais do que o Boyacá Chicó. Se ganhar também o primeiro jogo do returno, dia 7 de abril, no Olímpico, ficará virtualmente classificado para a segunda fase, dependendo de apenas mais um empate em dois jogos, contra a Universidad de Chile, fora de casa, e o Boyacá Chicó, em Porto Alegre.

Veja também:

tabela Libertadores - Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Embora o adversário seja teoricamente mais fraco - é o lanterna do grupo, com duas derrotas em dois jogos -, nenhum gremista admite falar em favoritismo. O técnico Celso Roth lembrou aos jogadores que o confronto é mais decisivo para o Aurora do que para o Grêmio, já que o time boliviano só segue na briga por uma vaga se vencer o time gaúcho.

"Espero muita dificuldade, o Aurora não é esse time sem qualidade que estão falando. É fato que o Aurora perdeu as duas partidas que disputou, mas as apresentações foram boas. O Aurora fará o jogo da vida contra o Grêmio, temos de ter consciência disso", afirmou Roth, lembrando ainda que a altitude será um fator a mais para dificultar a vida de sua equipe em Cochabamba.

Sem problemas para montar o time, Celso Roth nem teve como esconder a escalação. Vai usar os titulares do momento e pode recorrer ao volante Makelele, ao meia Douglas Costa e ao atacante Maxi Lopez como principais opções para o segundo tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.