Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio larga no Campeonato Gaúcho com goleada por 4 a 0 sobre o Novo Hamburgo

Com primeiro tempo lento, duelo melhora na segunda etapa com time da casa saindo para o jogo em busca do empate

Redação, Estadão Conteúdo

20 Janeiro 2019 | 20h25

Com ampla superioridade, o Grêmio goleou o Novo Hamburgo por 4 a 0, neste domingo, no estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS), na região metropolitana de Porto Alegre, pela rodada de estreia do Campeonato Gaúcho. O primeiro tempo foi mais amarrado, com a vantagem pela contagem mínima. Mas na etapa final, os gols saíram e confirmaram a superioridade tricolor.

Com a falta de ritmo pelo início da temporada, o jogo começou em um ritmo lento, de muitos erros de passes e poucas emoções. Ainda na primeira parte, o técnico Renato Gaúcho perdeu por contusão o meia Alisson, substituído por Pepê, que teve uma boa atuação. O primeiro gol saiu somente aos 40 minutos. O lateral-esquerdo Juninho Capixaba tabelou com Pepê e finalizou sem chances de defesa.

O jogo melhorou no segundo tempo porque o time da casa se viu obrigado a buscar o empate e abriu espaços para os contra-ataques gremistas. O segundo gol foi marcado por Marinho, aos nove minutos. Ele tinha entrado na vaga de Kaio e caprichou após receber um belo passe de Thonny Anderson.

Na tentativa de reagir, o Novo Hamburgo sofreu um novo golpe aos 26 minutos. Foi um gol que mostrou a qualidade técnica do Grêmio, que trocou vários passes até que Jean Pyerre deixasse Pepê sozinho na frente da meta do time da casa.

A partir daí, o Novo Hamburgo se entregou e ainda sofreu o quarto gol aos 37 minutos com Matheus Henrique. A jogada começou com um cruzamento de Marinho, que o volante finalizou de cabeça. A bola tocou na travessão, mas o volante completou no rebote.

Pela segunda rodada, o Grêmio atuará mais uma vez como visitante. Nesta quarta-feira, às 20h30, enfrentará o Aimoré, no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo (RS). O Novo Hamburgo tentará a recuperação contra o Veranópolis, novamente em casa, no mesmo dia e horário.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.