Grêmio leva empate do Novo Hamburgo em casa e se complica na semifinal do Gaúcho

Time precisa superar adversário fora de casa para chegar à final da competição

Estadao Conteudo

16 de abril de 2017 | 18h18

O Grêmio se complicou neste domingo ao empatar por 1 a 1 com o Novo Hamburgo, em casa, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Gaúcho. O time tricolor agora precisa vencer o adversário na próxima partida, fora de casa, para conseguir avançar à decisão do Estadual.

Além do critério do gol qualificado - o Novo Hamburgo joga por um empate sem gols - o Grêmio também precisará superar o cansaço para seguir vivo no Estadual. Nesta quinta-feira, a equipe do técnico Renato Gaúcho vai ao Paraguai para enfrentar o Guaraní, pela terceira rodada do Grupo 8 da Copa Libertadores.

No domingo, às 19 horas, visitará o Novo Hamburgo. A outra semifinal está sendo disputada entre Internacional e Caxias. No último sábado, o time colorado venceu por 1 a 0 no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e agora joga por um empate no jogo de volta, também no domingo, em Caxias do Sul (RS).

Grêmio e Novo Hamburgo fizeram um primeiro tempo de dar sono, com raras chances de gol. Na volta do intervalo, o time tricolor deu a impressão de que teria uma postura diferente e conseguiu abrir o marcador logo aos dois minutos.

Marcelo Oliveira fez grande jogada pela esquerda, deu um corte em Léo e cruzou de pé direito na segunda trave. Ramiro se atirou, conseguiu bater cruzado de carrinho e abriu o marcador. A festa da torcida gremista, no entanto, durou pouco.

O Novo Hamburgo passou a pressionar e conseguiu deixar tudo igual aos 11 minutos. Amaral cobrou o lateral para dentro da área. A zaga do Grêmio afastou e a bola sobrou para Juninho. O camisa 10 acertou uma bomba que não deu nem tempo do goleiro Marcelo Grohe chegar na bola.

A partida seguiu equilibrada no restante da partida. Os dois times passaram a sair mais para o jogo, em busca do gol. E foi o Novo Hamburgo quem chegou mais perto. João Paulo recebeu na área e rolou para Juninho, que mandou outra bomba, mas desta vez acertou a trave. Na sobra, Lucas Santos isolou, sem goleiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Grêmiofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.