Grêmio passa sufoco, mas ganha e lidera

O Grêmio venceu o Novo Hamburgo por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, e passou a liderar o Campeonato Gaúcho em todos os quesitos.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

25 de março de 2010 | 22h06

No segundo turno, o Grêmio é o primeiro colocado do Grupo 1, com 15 pontos, três à frente do próprio Novo Hamburgo. E na classificação geral, soma 32 pontos, dois à frente do Internacional - se mantiver essa condição até o final, garante a direito de disputar a decisão em casa.

A 12ª vitória consecutiva do Grêmio parecia fácil, mas acabou se tornando dramática. O time saltou na frente com dois gols no primeiro tempo - Maylson, aos cinco, e William, aos 17 - e poderia ter goleado se não tivesse desperdiçado diversas chances. O atacante Jonas, por exemplo, chegou a mandar a bola na trave duas vezes.

Mas, depois dos 40 minutos do segundo tempo, o Novo Hamburgo colocou a defesa do Grêmio em pânico. Aos 41, Paulinho cobrou pênalti e Victor defendeu. Depois, o atacante Kempes descontou aos 42. E ele mesmo poderia ter empatado aos 45, quando furou a bola perto da marca do pênalti. E já aos 46, Márcio Hahn desperdiçou mais uma grande chance.

No outro jogo do Grupo 1 nesta quinta-feira, o Ypiranga foi a Santa Cruz do Sul, derrotou o lanterna Avenida por 2 a 1, de virada, e saltou da sétima para a terceira posição, com sete pontos.

E em jogo do Grupo 2, o Caxias venceu o lanterna Veranópolis por 2 a 1, nesta quinta-feira, no Estádio Antônio David Farina, e disparou na liderança, com 13 pontos, três à frente do São José e cinco à frente do Internacional.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato GaúchoGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.