Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Grêmio perde para Goiás e segue lanterna

O Grêmio perdeu para o Goiás por 1 a 0 neste domingo, em Porto Alegre, e continua na lanterna do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos ganhos. O jogo, válido pela terceira rodada do returno da competição, serviu para o Goiás pular para a 20ª posição, agora com 28 pontos e a 11 jogos sem derrota.Para quem tinha a obrigação de vencer para fugir da última posição na tabela, o futebol do Grêmio foi muito fraco no primeiro tempo. É verdade que a eficiente marcação do Goiás muito contribuiu para isso.Bem disciplinada taticamente, a equipe treinada por Cuca anulou bem as poucas tentativas de gol articuladas pelo Grêmio. A melhor delas aconteceu aos 34 minutos, quando Adriano, de cabeça, tocou para fora, com o goleiro Rodrigo apenas olhando.Christian, que voltava ao time após 60 dias de suspensão, mostrava estar sem ritmo de jogo. Isso prejudicou a sua movimentação, até porque não tinha um companheiro a altura para as jogadas de conclusão ao gol adversário. O Goiás, que procurava o gol na base dos contra-ataques, pouco produziu: apenas dois chutes, ambos de Fabão, em cobranças de falta, sem perigo para Danrlei.No segundo tempo, com Eduardo Marques em lugar de Bruno, que saiu com um profundo corte na testa, a situação do Grêmio no jogo continuava mesma. A equipe gaúcha tinha o controle de jogo, mas não conseguia transformar esse domínio em situações de gol. Ao contrário, quem quase marcou foi o Goiás. Aos 14 minutos Araújo, no contra-ataque, sozinho na grande área, acertou o travessão.A resposta do Grêmio veio aos 23, com Eduardo Marques, também na trave, após passe de Christian. Aí, aos 31 minutos aconteceu a tragédia: Grafite, que tem passe vinculado ao Grêmio, driblou dois adversários e fez o gol da vitória do Goiás, decretando a permanência do Grêmio na "lanterna" do campeonato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.