Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Grêmio perde para o Aimoré mesmo com dois jogadores a mais

Sentindo a ausência do argentino Hernán Barcos, equipe de Luiz Felipe Scolari leva 2 a 1 jogando em São Leopoldo

Estadão Conteúdo

05 de fevereiro de 2015 | 00h09

No primeiro jogo sem Hernán Barcos, vendido para o futebol chinês, o Grêmio fez feio. Nesta quarta-feira, em São Leopoldo, mesmo jogando os minutos finais da partida com dois jogadores a mais, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari perdeu de 2 a 1 para o Aymoré, pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho.

Com Everton substituindo Barcos e outras quatro mudanças na comparação com o time que venceu o União Frederiquense na estreia, o Grêmio nem teve tempo de mostrar se a nova formação funcionava. Logo no primeiro minuto, Luan errou passe, Mikael arrancou do campo de defesa, deu uma meia-lua em Marcelo Oliveira, entrou na área e chutou. A bola bateu em Rhodolfo, enganou Marcelo Grohe, e foi para o gol.

O Grêmio reagiu, pressionou, mas parou no goleiro Marcelo Pitol. Outro Marcelo, o Grohe, porém, pulou tarde quando Rennan Oliveira arriscou de fora da área e surrependeu o goleiro tricolor para fazer o segundo, aos 45.

No segundo tempo, o garoto Lincoln, de 16 anos, entrou no lugar de Douglas e o Grêmio conseguiu descontar, com Luan, num chute que ia para fora mas desviou na zaga. O Aymoré se segurava como podia e teve dois jogadores expulsos: Mikael, aos 39, e Diego Viana, aos 42. O Grêmio foi com os 11 jogadores para o campo de ataque, com direito a Grohe na área, mas não conseguiu encontrar o empate.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioCampeonato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.