Fernando Ribeiro/Divulgação
Fernando Ribeiro/Divulgação

Grêmio perde para o Criciúma e vê título mais distante

Time catarinense fez 2 a 1 na arean gremista e respirou na luta pelo rebaixamento

WÁLMARO PAZ, Agência Estado

09 de outubro de 2013 | 21h48

PORTO ALEGRE - O Criciúma foi a Porto Alegre e calou a torcida local. Mesmo atuando na casa do adversário, o time catarinense derrotou o Grêmio por 2 a 1, nesta quarta-feira, e manteve vivo o sonho de escapar do rebaixamento. Por outro lado, o time gaúcho sofreu mais um golpe na briga pelo título do Brasileirão. Melhor para o Cruzeiro, que tem chance de disparar ainda mais na ponta da tabela. Com a vitória desta quarta, o time catarinense conseguiu três preciosos pontos, mas ainda permanece na zona de rebaixamento, na 17.ª posição, com 29 pontos, um atrás do São Paulo, que hoje permaneceria na Série A.

Na próxima rodada, o Criciúma terá pela frente o Vasco, domingo, no Heriberto Hulse.   Por outro lado, o Grêmio estacionou nos 48 pontos, na segunda colocação. A distância para o líder Cruzeiro é de 11 pontos e pode aumentar ainda nesta quarta, quando os mineiros pegam o São Paulo, em casa. No sábado, a equipe gaúcha volta a campo para enfrentar o Fluminense, no Maracanã. Apesar de o Grêmio ter dominado o jogo nos 20 minutos iniciais do primeiro tempo, o Criciúma saiu na frente aproveitando a única jogada contra a meta dos gaúchos nesta etapa da partida. Quem abriu o marcador foi Wellington Paulista, aos 35 minutos, desviando de cabeça uma bola colocada na área por Ricardinho em cobrança de falta. O Grêmio arrefeceu, conseguindo apenas uma conclusão nos dez minutos que restaram.  

O técnico Renato Gaúcho não fez modificações para o segundo tempo e o time da casa voltou atacando com força. Argel Fucks, pelo lado do Criciúma, aumentou a defesa colocando Moraes no lugar de Daniel Carvalho, para garantir o resultado. Aos nove minutos, João Vitor cometeu falta em Maxi Rodrigues recebendo cartão amarelo. Aos 11 minutos, o próprio Maxi Rodrigues driblou três adversários e colocou no canto direito de Gallato, empatando a partida. Aos 23 minutos do segundo tempo, Renato substituiu Zé Roberto por Paulinho tornando o time mais ofensivo.   Aos 30 minutos Portaluppi trocou Maxi Rodrigues por Jean Deretti. No Criciúma, Marcel entrou no lugar de Wellington Paulista aos 35 minutos. No Grêmio, aos 40 minutos entrou Lucas Coelho no lugar de Elano. Quando o Grêmio era todo ataque, o Criciúma chegou ao gol que calou de vez a torcida. Aos 44 minutos, Serginho, de cabeça, marcou o gol da vitória depois de uma cobrança de escanteio feita por Ricardinho.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 2 CRICIÚMA

GRÊMIO - Dida; Pará, Werley, Rhodolfo e Wendell; Souza, Adriano, Elano (Lucas Coelho), Zé Roberto (Paulinho) e Maxi Rodríguez (Jean Deretti); Barcos. Técnico: Renato Gaúcho.

CRICIÚMA - Gallato; Sueliton (Ezequiel), Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Serginho, João Vitor, Ricardinho e Daniel Carvalho (Morais); Lins e Wellington Paulista (Marcel). Técnico: Argel Fucks.

GOLS - Wellington Paulista, aos 35 minutos do primeiro tempo; Maxi Rodrigues, aos 11, e Serginho, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Werley (Grêmio); Sueliton e João Vitor (Criciúma).

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

RENDA - R$ 502.468,00.

PÚBLICO - 16.423 pagantes (18.109 no total).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioCriciúma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.