Grêmio bate Goiás em Porto Alegre e mantém esperança de título

Grêmio bate Goiás em Porto Alegre e mantém esperança de título

Clube gaúcho visita Corinthians na quarta e precisa ganhar

Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2015 | 18h09

O Grêmio entrou em campo neste domingo contra o Goiás, na Arena Grêmio, pela 23 ª rodada do Brasileirão, para diminuir a diferença para o líder Corinthians. Com a empate do time paulista no clássico com o Palmeiras, a equipe de Roger Machado conseguiu concretizar seu objetivo e sair com a vitória por 2 a 1, mesmo com Douglas perdendo pênalti no primeiro tempo. Com o resultado, o Grêmio vai a 44 pontos, seis a menos do que o Corinthians, e pode diminuir ainda mais a diferença no duelo crucial entre as duas equipes na próxima rodada, no Itaquerão, em São Paulo. A derrota fez o time goiano voltar para a zona de rebaixamento, com 25 pontos.

Com ajuda da torcida, o Grêmio dominava as ações do duelo e criou sua primeira grande chance pela esquerda. Marcelo Oliveira limpou a marcação e acionou Douglas. O meia logo tocou para Everton, que arriscou da entrada da área. O chute saiu por cima do gol, com perigo.

Aos 34 minutos, o lance que poderia ter dado a vantagem inicial para o time da casa. Douglas dominou pelo meio e acionou Walace. O volante invadiu a área, mas perdeu tempo. Bobô arrumou o corpo em frente a Felipe Macedo, que chegou para dar um chutão e acertou com força o gremista. Pênalti, com Felipe Macedo expulso. Na cobrança, Douglas acertou a trave.

Com o jogo ainda empatado, o Goiás aproveitou para arriscar algumas investidas e abriu o marcador na bola parada. David levantou na área na cabeça de Bruno Henrique, que aproveitou falha do substituo de Marcelo Grohe, Tiago, e mandou para as redes. O goleiro gremista ficou no meio do caminho.

Na volta do intervalo, com a pressão do placar adverso, os anfitriões começaram com tudo e conseguiram o empate logo aos 6 minutos. Em boa jogada pela esquerda, Everton dominou pela esquerda e lançou Bobô. Como um ponta, o centroavante cruzou para a área, e Douglas, no meio da área, completou para as redes e se redimiu do pênalti perdido.

Com muita posse de bola no duelo, 68%, o Grêmio pressionava o Goiás que, com um a menos, se defendia na Arena. Renan foi o grande nome da partida, com defesas cruciais para manter o empate no placar. Mas o gol da vitória não demoraria para acontecer. Após bola recuperada aos 37 minutos, o Grêmio, que tanto atacava, saiu em contra-ataque. Yuri Mamute recebeu pelo meio e tocou para Everton, que dominou pela esquerda, limpou a marcação e mandou na saída de Renan.

Mas o time goiano não desistiu. Na última chance perigosa da partida, o time da casa escapou do empate. Após cobrança de escanteio, a zaga do Grêmio afastou mal, a bola sobrou para Bruno Henrique que, na cara do gol, na pequena área, girou e bateu firme, obrigando o goleiro Tiago a salvar sua equipe na Arena. De vilões a heróis, Douglas e Tiago garantiram os três pontos importantes do Grêmio na briga pelo título.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 X 1 GOIÁS

GRÊMIO - Tiago; Lucas Ramon (Yuri Mamute), Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (William Schuster), Douglas e Giuliano; Everton (Moisés) e Bobô. Técnico: Roger Machado.

GOIÁS - Renan; Gimenez, Felipe Macedo, Fred e Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick (Murilo Henrique) e David (Ygor); Erik (Alex Alves), Bruno Henrique e Zé Eduardo. Técnico: Julinho Camargo.

GOLS - Bruno Henrique, aos 43 minutos do primeiro tempo; Douglas, aos 6, e Everton, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Douglas, Marcelo Oliveira e Maxi Rodriguez (no banco) (Grêmio); Gimenez, Patrick e Bruno Henrique (Goiás).

CARTÃO VERMELHO - Felipe Macedo (Goiás).

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (Fifa/SC).

RENDA - R$ 1.027.226,00.

PÚBLICO - 27.176 pagantes (29.184 no total).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.