Grêmio possui a torcida mais fanática do Brasil, diz consultoria

De acordo com pesquisa da Pluri, os torcedores dos clubes gaúchso possuem mais envolvimento dos que os outros

O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2013 | 12h21

Que o Brasil é o País do futebol e tem fãs por todos os cantos não é novidade. Mas de acordo com pesquisa da Pluri Consultoria, os mais devotos encontram-se no Rio Grande do Sul. Com 22,48% dos torcedores se dizendo fanáticos, os gremistas são os mais apaixonados do Brasil. Em seguida está o Internacional, com 19,4% de seus 6 milhões de torcedores se dizendo roxos. O objetivo da pesquisa é identificar o grau de envolvimento, baseado na quantidade de torcedores de cada time. Os resultados permitem que as empresas tenham uma melhor perspectiva do real mercado que existe por trás de cada clube brasileiro.

A pesquisa, que consultou mais de 10 mil pessoas de 144 cidades diferentes, buscava classificar os torcedor em quatro categorias: fanáticos, torcedores, simpatizantes e indiferentes. Baseado no número de habitantes no País, o estudo concluiu que 12% dos brasileiros se consideram fanáticos, que dá um total de 20 milhões de pessoas. Porém, 53% (84 milhões) se enxergam como torcedores, 17% (27 milhões) se classificam como simpatizantes e 18% (28 milhões) como indiferentes.

Líder, o Grêmio tem um percentual de fanáticos maior do que a média nacional. Do total estimado de 7 milhões de torcedores, cerca de 1,6 milhão se enquadram na categoria, ficando a frente de times como São Paulo, Palmeiras e Vasco, que possuem torcidas maiores. Além dos gaúchos, o estudo mostra que na sequência aparecem o Atlético-MG, com 17,2%  e o Santa Cruz, com 16,3%, do total de suas torcidas se auto definindo como fanáticas.

Por ter o maior número de torcedores no Brasil, quem possui o maior número de fanáticos em absoluto é o Flamengo, com 3,9 milhões de torcedores (12,7% na sua média), mesmo que na média, o time apareça na nona colocação. Na sequência do número total, aparece o Corinthians, com 3,7 milhões de fanáticos, equivalente a 14% do total de corintianos espalhados pelo País (os sétimos na média).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.