Grêmio precisa deixar derrota no passado, afirma Celso Roth

Gaúchos não vencem a quatro jogos e nesse domingo perderam a liderança do Brasileirão para o Palmeiras

AE, Agencia Estado

29 de setembro de 2008 | 10h48

O Grêmio precisa esquecer o mais rápido possível a derrota por 4 a 1 para o Internacional, segundo o técnico Celso Roth. Para o treinador, o resultado deve servir de alerta para uma mudança de comportamento, mas não pode desconcentrar os jogadores na briga pelo título. Veja também:Grêmio perde e Palmeiras é o novo líder do BrasileirãoPalmeiras só empata, mas assume a ponta do Brasileirão Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A - Calendário/Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"O reflexo é imediato. A gente sente, obviamente, mas faz parte da nossa vida profissional. Tem de vir e passar imediatamente. Isso já é passado, já passou. É como as vitórias, mas claro que a derrota marca mais, ainda mais com esse placar", disse o treinador, que não pretende mudar a rotina de trabalho na equipe gaúcha."Temos de trabalhar. Mantendo a nossa rotina, fazendo algumas mudanças, fazendo avaliações do que aconteceu", disse Roth, que descartou modificações na estrutura tática da equipe. "As mudanças que a gente fala é mudança de comportamento." O treinador disse, também, que o clube não pode perder a motivação porque deixou de ser líder do campeonato, e que a semana será dedicada a trabalhar pela recuperação na tabela. "Infelizmente isso acontece. Não era o momento de acontecer, mas nós temos de assimilar e seguir. Nós não esperávamos isso. Perdemos o jogo, perdemos também, por incapacidade nossa, a liderança, mas temos de retomar o nosso caminho", afirmou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.