Grêmio pronto para decidir futuro

O Grêmio montou um clima de decisão fora do campo e de concentração total dos jogadores para ganhar do Corinthians, neste domingo, e terminar um ano frustrante com o único consolo de continuar na primeira divisão. Convocada a apoiar o time, a torcida comprou metade dos ingressos antecipadamente e vai lotar o Olímpico.O técnico Adílson Batista quer evitar que a euforia chegue ao vestiário e passou a semana alertando para os perigos de enfrentar um adversário que não tem mais nada a ganhar e nem a perder e que, por isso, pode jogar solto e surpreender.A preocupação de Adílson com a velocidade e a altura dos atacantes corintianos foi ampliada pelas alterações que teve de fazer em todo o sistema defensivo do Grêmio. Os zagueiros Baloy e Claudiomiro e os volantes Tinga e Leanderson estão suspensos. A defesa será formada por Adriano, já aprovado pela torcida, e Renato, um jovem promissor mas inexperiente. E o meio-campo contará com Gavião, na posição em que se sai melhor, e Marcos Paulo, de atuações irregulares com a camisa do Grêmio.Os dois zagueiros, os dois volantes e o lateral-esquerdo Roger terão a função de evitar que o Corinthians ronde a área do Grêmio e estabeleça qualquer vantagem no placar, o que poderia levar o time gaúcho ao desespero. A tarefa de construir jogadas e marcar gols ficará para o lateral-direito George, afeito ao apoio, os meias Bruno e Gilberto e os atacantes Christian e Cláudio Pitbull. Christian elogia esta formação e diz que, com ela, recebe bolas da direita, da esquerda e do meio para marcar gols.Com 47 pontos, o Grêmio só se garante na primeira divisão com vitória. Pode até conseguir a vaga com outros resultados, mas, para isso, terá que torcer por improváveis resultados iguais ao seu dos concorrentes diretos, o Bahia e a Ponte Preta. A euforia da torcida não é explicada pela dificuldade atual. É que o Grêmio já esteve em situação muito pior, quando andava na lanterna e a dez pontos da 22ª posição, a primeira fora da zona de rebaixamento, que só alcançou há duas semanas.A mobilização desta semana fez os gremistas evitarem em público assuntos delicados como o atraso dos salários e o futuro de cada um. Os jogadores que ganham mais, como Danrlei, Tinga, Roger, Anderson Lima, Caio, Claudiomiro e Gilberto são candidatos a deixar o clube na semana que vem. Tinga e Gilberto interessariam ao próprio Corinthians, adversário deste domingo.Roger já teria encaminhado contrato com um clube europeu. Quem deve continuar no Grêmio é o técnico Adílson Batista, para comandar a geração de George, Leanderson e Bruno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.