Grêmio recorre e caso Petros terá novo julgamento no STJD

Grêmio recorre e caso Petros terá novo julgamento no STJD

Corinthians, que havia sido absolvido na segunda-feira, ainda pode perder quatro pontos no Brasileirão por escalação irregular

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2014 | 14h53

O "caso Petros" ainda não terminou. O Grêmio e a Procuradoria do STJD recorreram, na noite desta quinta-feira, da decisão em primeira instância que absolveu o Corinthians. Um novo julgamento, desta vez no Pleno, será marcado. O que está em jogo são quatro pontos na tabela do Campeonato Brasileiro, o que pode interferir diretamente na luta por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Na última segunda-feira, o Corinthians foi absolvido da acusação de escalação irregular do meia Petros na partida contra o Coritiba, disputada no dia 3 de agosto. Houve um problema de registro no contrato do atleta, mas os auditores do tribunal entenderam que o clube não teve culpa.

Se o Corinthians fosse considerado culpado, perderia quatro pontos na tabela (três pela escalação irregular e um ponto porque o jogo terminou empatado). A Federação Paulista de Futebol e a CBF foram penalizadas com uma multa de R$ 10 mil.

O Grêmio e também o Internacional entraram no caso como parte interessadas. Os dois clubes gaúchos enviaram advogados no primeiro julgamento. Por enquanto, só o Grêmio e a procuradoria decidiram recorrer da decisão em primeira instância.

O Internacional tem 53 pontos e ocupa a quarta colocação no Brasileirão. Assim, hoje estaria classificado para a disputa da Libertadores. O Corinthians tem os mesmos 53 pontos e está em quinto lugar. O Grêmio, com 51 pontos, é o sétimo colocado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.