Marcos de Paula/AE - 9/10/2010
Marcos de Paula/AE - 9/10/2010

Grêmio renova contrato de Renato Gaúcho por tempo indeterminado

'Não há prazo definido, nem cláusulas caso uma das partes queira rescindir', diz dirigente

AE, Agência Estado

19 de novembro de 2010 | 19h41

PORTO ALEGRE - A diretoria do Grêmio anunciou nesta sexta-feira a renovação do contrato do técnico Renato Gaúcho. O acerto foi divulgado em entrevista coletiva que contou com a presença do presidente eleito Paulo Odone e do novo vice de futebol do Grêmio, Antônio Vicente Martins.

O ídolo da torcida permanecerá no comando do time por tempo indeterminado, segundo divulgou o clube. O novo contrato não estipula prazos, multas ou indenizações. "Renato é o técnico do Grêmio por tempo indeterminado. Não há prazo definido, nem cláusulas caso uma das partes queira rescindir. Mas o desejo é que ele continue no clube por pelo menos dois anos, que é quando teremos nossa Arena pronta", revelou Paulo Odone.

Satisfeito com o acerto, o novo presidente previu um time mais forte na próxima temporada. "Eu vou fazer um pedido muito especial aos nossos torcedores, aos sócios e à nação gremista. Quero comunicar que eu e o Renato estamos apostando fortemente num trabalho de formar um Grêmio mais competitivo do que já é hoje. Queremos que o Grêmio chegue aos títulos mundiais, e para isso precisamos dos torcedores", destacou.

Para Renato Gaúcho, o novo contrato encerrou a negociação com um "final feliz". "Acima de tudo estou extremamente feliz, agradeço a diretoria por termos chegado a um acordo. Como eu já disse anteriormente, essa novela teria um final feliz", declarou o técnico, que planeja disputar a Copa Libertadores em 2011. "Hoje o Grêmio depende de suas próprias forças e nós vamos continuar buscando o objetivo. Enquanto houver chance, estaremos lutando".

Apesar do acerto, técnico e presidente evitaram comentar a formação da futura comissão técnica de Renato Gaúcho em 2011. "Não há nada previsto agora. Preferimos não antecipar decisões neste momento, porque o foco é nesse final de campeonato", disse Odone.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.