Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Grêmio repete estratégia e aposta em time misto para enfrentar a Ponte Preta

Apenas quatro titulares do time gaúcho devem ir à campo no Moisés Lucarelli

Estadão Conteúdo

08 Novembro 2017 | 07h54

Mesmo com a primeira final da Copa Libertadores marcada apenas para o próximo dia 22, o Grêmio novamente vai escalar um time misto no Campeonato Brasileiro, agora contra a Ponte Preta, nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 33.ª rodada.

+ Na luta para não cair, Ponte Preta vê como obrigação vencer o Grêmio em casa

Na terceira colocação com 54 pontos, oito atrás do líder Corinthians, o Grêmio poderia estar brigando pela liderança se Renato Gaúcho não tivesse poupado tão frequentemente os seus titulares ao longo do Brasileirão. E, embora o primeiro jogo decisivo contra o Lanús esteja agendado para daqui a duas semanas, em Porto Alegre, o treinador teme que o desgaste atrapalhe os seus jogadores e aposta na repetição da estratégia.

Assim, serão poupados nesta quarta-feira os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann, o lateral-direito Edilson, o volante Arthur e o atacante Luan. Também estão fora o lateral-esquerdo Bruno Cortez e o atacante paraguaio Lucas Barrios, que ainda se recuperam de contusão.

Dos atletas frequentemente utilizados como titulares, apenas Marcelo Grohe, Michel, Ramiro e Fernandinho devem ir a campo. Michel, aliás, que se recuperou recentemente de uma artroscopia no joelho, espera aproveitar a oportunidade para ganhar ritmo de jogo.

"Para mim, estar jogando é importante, especialmente depois de voltar de uma cirurgia. É importante pegar ritmo de jogo", garantiu o volante. "A gente sabe da dificuldade que pode encontrar lá, mas o Renato, independentemente de qualquer coisa, vem trabalhando o time com firmeza".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.