Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio revê Juventude e busca vaga na Copa do Brasil para intensificar reação

partida de ida das oitavas de final terminou sem gols no Alfredo Jaconi

Redação, Estadão Conteúdo

29 de maio de 2019 | 07h50

Depois de vencer o Atlético-MG no Campeonato Brasileiro e dar fim a um jejum de cinco jogos sem triunfos no torneio nacional, o Grêmio busca a classificação às quartas de finais da Copa do Brasil para intensificar a reação na temporada até a parada para a Copa América. Para isso, a equipe precisa bater o Juventude, nesta quarta-feira, às 21h30, no seu estádio.

Como o jogo de ida terminou sem gols no Alfredo Jaconi, quem vencer estará classificado à fase seguinte do torneio. Nova igualdade, seja por qualquer placar, já que não há mais gol fora como critério de desempate na Copa do Brasil, leva a decisão da vaga aos pênaltis.

"Vamos com o ânimo renovado para o mata-mata. Vamos focar e estar atentos a cada detalhe do jogo, para tomar a melhor decisão, a melhor escolha sempre. Não tem nada definido", disse Michel, que, depois de atuar em alguns jogos improvisado na zaga, retornou à posição de volante, a sua de origem.

O Grêmio tem uma dúvida e vários desfalques para o duelo. Não é certo que Alisson, que trata entorse no tornozelo direito, sofrido na última vitória sobre o Atlético-MG, tenha condições de jogo. Caso Alisson seja desfalque, Renato Gaúcho tem como opções Pepê, Thaciano, Montoya ou Diego Tardelli. O último tem menos chance de jogar, já que segue um cronograma e tem sido utilizado de forma gradual.

Kannemann, Bruno Cortez, Marcelo Oliveira, Paulo Miranda e Luan seguem lesionados e são desfalques certos, além do jovem meia Matheus Henrique, que se juntou à seleção brasileira olímpica na França para a disputa do Torneio Maurice Rivello, antes conhecido como Torneio de Toulon.

Nesse momento, o Juventude não é aquele que levou 6 a 0 do Grêmio na fase inicial do Campeonato Gaúcho. O time Caxias do Sul está em boa fase, visto que se mantém invicto na Série C após cinco jogos. Venceu dois e empatou outros três, o que o deixou na terceira posição do Grupo B.

Além disso, no duelo da ida, em casa, fez um bom jogo e segurou o Grêmio. Agora, que surpreender o rival de Porto Alegre e ir às quartas de final. O Juventude também quer quebrar um tabu: o de não vencer o Grêmio desde 2016. De lá para cá, os times duelaram sete vezes, com cinco triunfos do time porto-alegrense e dois empates.

Tudo o que sabemos sobre:
GrêmioCopa do BrasilJuventude

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.