Grêmio se recupera no Gaúcho e vence com gol de Marcelo Moreno

Derrotado pelo Aimoré na última quarta-feira, o Grêmio se recuperou na terceira rodada do Campeonato Gaúcho. Diante do último colocado Avenida, a equipe dirigida pelo técnico Luiz Felipe Scolari venceu por 3 a 1, em Santa Cruz do Sul, com participação decisiva do atacante boliviano Marcelo Moreno, que marcou um dos gols da partida, mas pode deixar o clube nos próximos dias e se transferir para o futebol chinês.

Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2015 | 19h17

O primeiro gol da partida saiu em um pênalti, sofrido por Lincoln - a cobrança acabou sendo convertida pelo meia Douglas aos 31 minutos. E a situação do Avenida se complicou ainda mais aos 43 minutos, quando Altair, que havia recebido cartão amarelo ao cometer o pênalti, foi expulso ao ser advertido pela segunda vez.

O Grêmio, porém, também teve um jogador expulso logo no começo da etapa final, no primeiro minuto, quando Luan deu uma entrada dura em Victor Hugo. E o Avenida acabou arrancando o empate aos 14 minutos, após uma bela trama ofensiva, que acabou com a conclusão de Paulinho.

Com o placar empatado, Felipão acionou Marcelo Moreno, que iniciou o duelo no banco de reservas. E o boliviano acabou sendo decisivo para o triunfo. Afinal, aos 34 minutos, Galhardo fez cruzamento para Moreno. Antes dele finalizar, porém, Carlos Alberto tocou para a própria meta, deixando o Grêmio novamente em vantagem.

Depois, aos 46 minutos, após cobrança de escanteio, Fellipe Bastos cruzou e Moreno cabeceou para as redes, definindo a vitória por 3 a 1 do Grêmio e aumentando o coro da torcida do time pela sua permanência.

Com a vitória, o Grêmio chegou aos seis pontos, na liderança momentânea do Campeonato Gaúcho, que pode ser perdida na sequência da rodada. Já o Avenida é o único time que ainda não pontuou no torneio. O próximo compromisso do Grêmio será na quarta-feira, em casa, diante do Brasil de Pelotas, pela quarta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.