Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio sofre gol no fim, perde para o Avenida e segue sem vencer no Gaúcho

Tricolor gaúcho chega à segundo derrota no Estadual com revés por 3 a 2, fora de casa

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 21h38

O Grêmio voltou a sofrer com os erros defensivos nesta quarta-feira e perdeu para o Avenida em um jogo com final emocionante. Depois de errar no primeiro gol do adversário, Paulo Miranda se redimiu e marcou o que parecia ser o empate definitivo do duelo, aos 45 minutos. Mas, no último lance, os donos da casa voltaram à frente e definiram o triunfo por 3 a 2, em Santa Cruz do Sul.

+ TEMPO REAL - Avenida 3 x 2 Grêmio

+ TABELA - Classificação do Campeonato Gaúcho

Com o resultado, o Grêmio segue sem vencer após três rodadas do Gaúcho. Ainda com um time repleto de garotos, após a apresentação tardia do elenco principal, o clube tricolor tem sofrido demais com os erros defensivos e soma apenas um ponto na tabela. No domingo, tentará a reabilitação contra o São José, novamente fora de casa. Já o Avenida chegou a quatro pontos e encara o Inter no sábado, no Beira-Rio.

O Grêmio começou tomando o campo de ataque e levou apenas três minutos para assustar, em chute de longe de Jean Pyerre, que Rodrigo Santos salvou. Madson aparecia como boa opção pela direita e chegou duas vezes com perigo ao ataque, mas em ambas não conseguiu finalizar como queria.

De tanto insistir, o Grêmio abriu o placar aos 35 minutos. Matheus Henrique deu ótimo passe na área para Isaque, que errou no domínio, mas foi calçado por Luís Henrique ao tentar o corte. O árbitro marcou pênalti, Jean Pyerre foi para a cobrança, deslocou o goleiro e marcou.

O gol acordou o Avenida, que assustou na sequência em chute de fora da área de Itaqui, para fora. Mas a última chance do primeiro tempo foi do Grêmio. Aos 45, Jean Pyerre deu ótimo passe para Lima, que bateu de primeira. Rodrigo Santos salvou mais uma vez.

Se não havia protagonizado grandes sustos no primeiro tempo, no segundo a defesa do Grêmio voltou a falhar de forma clamorosa. Aos 15 minutos, Luís Henrique se redimiu do pênalti ao aproveitar cochilo do adversário em escanteio e cabecear firme para a rede, deixando tudo igual.

Somente dez minutos depois, um chutão despretensioso de Rodrigo Santos resultaria na virada. Paulo Miranda errou feio, perdeu o tempo da bola no quique e, ao tentar se recuperar, foi desarmado por Hyantony. A bola sobrou com Marques, que aproveitou falha de posicionamento da defesa para sair sozinho e finalizar na saída de Bruno Grassi.

O técnico César Bueno levou a campo os reforços Alisson, Thonny Anderson e Thaciano e o Grêmio cresceu. Aos 28, Rafael Santos voltou a salvar o Avenida após bate-rebate na área. Oito minutos depois, Madson encheu o pé e acertou a trave. Bruno Grassi e Paulo Miranda ainda protagonizariam uma nova trapalhada, mas o goleiro se redimiria para salvar o time visitante de levar o terceiro.

Quando o resultado parecia definido, um erro do Avenida resultou no empate gremista. Após escanteio da esquerda, Rodrigo Santos saiu muito mal do gol e Paulo Miranda aproveitou para empurrar a bola para a rede. Mas o jogo ainda não estava definido, e Toto, em chute de longe, recolocaria os donos da casa na frente, desta vez de forma definitiva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.