Grêmio tem missão quase impossível

O Grêmio precisa vencer o Fluminense por quatro gols de diferença nesta quarta-feira, no Olímpico, para se classificar às quartas-de-final da Copa do Brasil. Como reconhece que a missão é quase impossível, o técnico Mano Menezes se limita a prometer que o time será competitivo e retira dos jogadores a obrigação de golear o adversário. A ordem é lutar pela vitória sem pensar no placar. Se marcar um gol cedo, o time buscará o escore necessário sem afobação. Como reconhece a dificuldade de seguir adiante na Copa do Brasil, o treinador vai usar o jogo para seguir ajustando o time que disputa a série B do campeonato brasileiro. O lateral-esquerdo chileno Escalona, contratado há um mês, entrou em forma e vai fazer sua estréia no lugar de Gláuber, que estava improvisado na posição. O atacante Pedro Júnior não está inscrito na competição e vai dar o lugar a Samuel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.