Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Grêmio usa time reserva contra o Atlético-GO de olho na volta da Copa do Brasil

Time de Renato Gaúcho pensa no jogo de volta das semifinais contra o São Paulo, no Morumbi

Redação, Estadao Conteudo

27 de dezembro de 2020 | 09h35

A Copa do Brasil é a única chance de título para o Grêmio na temporada. E não sai da cabeça do técnico Renato Gaúcho. A ponto de o treinador não escalar nenhum titular neste domingo, às 20h30, diante do Atlético-GO, na Arena do Grêmio. Os reservas terão a missão de manter a invencibilidade da equipe no Brasileirão.

Mesmo iniciando a rodada na quinta colocação e colado no rival Internacional na disputa pelo G-4, Renato Gaúcho não quer perder peças importantes para o confronto de volta diante do São Paulo, na quarta-feira. Até o goleiro Vanderlei vai descansar.

São 11 partidas sem derrota do Grêmio no Brasileirão. Mas, com escalação alternativa nas duas últimas rodadas, foram dois empates frustrantes diante do então lanterna Goiás, por 0 a 0, e do ameaçado Sport, por 1 a 1. O último custou a vaga no G-4.

Mesmo com os reservas não ganhando, Renato Gaúcho dará novo voto de confiança ao time. Pela necessidade de poupar os titulares e também para ganhar opções para o duelo do Morumbi, no qual atuará pelo empate. Ferreira, que entrou e fez a jogada do triunfo por 1 a 0 sobre o São Paulo, é a grande incógnita na escalação frente os goianos.

Com Orejuela e Victor Ferraz, as duas opções para a lateral-direita, machucados, o jovem Vanderson ganha chance. Na defesa, Pedro Geromel e David Braz também têm problemas físicos, e Kannemann está suspenso.

Com 42 pontos, o Grêmio usa escalação alternativa, mas não abre mão de ganhar para seguir na disputa por vaga na Libertadores. O time quer estar novamente na competição na próxima temporada.

Mudanças

Apesar da vitória do Atlético-GO sobre o Fluminense, por 2 a 1, o técnico Marcelo Cabo vai ser obrigado a mudar o time para o confronto diante do Grêmio. Mas o objetivo é conquistar a terceira vitória seguida e confirmar a ascensão na competição. No momento tem 34 pontos, em 11º lugar.

O atacante Zé Roberto está suspenso por três cartões amarelos e a opção é Roberson, porque Júnior Brandão deixou o clube. Como algumas mudanças funcionaram bem diante do Fluminense, é possível que o técnico mantenha alguns jogadores.

São os casos dos atacantes Wellington Rato e Gustavo Ferrareis. Na lateral-esquerda Nicolas, que substituiu Nicolas, pode continuar como titular. A boa atuação do volante Pereira, que substituiu William Maranhão, suspenso com três cartões amarelos, também deixou dúvida na cabeça do técnico. Mas Maranhão pode mesmo retomar sua camisa no meio-campo. Ele atuou na vitória sobre o Ceará, por 2 a 1, disputada em Fortaleza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.