Grêmio vai a Belém com obrigação de vencer

O filme que aterrorizou os gremistas no ano passado ameaça voltar ao clube gaúcho neste sábado. O time enfrenta o Paysandu, em Belém, na obrigação de vencer para ficar afastado da zona de rebaixamento e para manter o técnico Adílson Batista no cargo. Mesmo que insista em dizer que o treinador não corre risco, a diretoria dificilmente terá condições de suportar a pressão da torcida, que já vem pedindo a cabeça de Adílson há vários jogos, se o resultado não for bom.A estréia do meia Felipe Melo pode dar um pouco da qualidade que falta ao time na armação de jogadas e acabar com o isolamento do centroavante Christian, um jogador fixo à frente, sempre à espera de lançamentos que não chegam. A presença do jogador também deve facilitar a vida de Adílson, que vai tirar um zagueiro e passar a armar o time no esquema que prefere, o 4-4-2. A única ausência é o lateral-esquerdo Élton, com problemas gastrointestinais. A vaga deve ser ocupada por Leonardo Inácio.O Grêmio começa a rodada como 15º colocado no campeonato nacional, com sete pontos. Se perder e se os resultados paralelos forem desfavoráveis, poderá terminar como 20º, apenas uma posição à frente da zona de rebaixamento para a série B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.