Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio vai ao ataque contra o desfalcado Bahia em busca de uma vaga no G-4

Sem favoritismo na final da Copa do Brasil, time gaúcho visa terminar o Brasileirão na zona de classificação para a Copa Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2021 | 06h02

O Grêmio tem duas frentes para voltar à Copa Libertadores em 2021: ganhando a final da Copa do Brasil ou terminando entre os melhores do Brasileirão. Como não há favoritos na final de fevereiro, Renato Gaúcho estipulou como meta terminar a competição de pontos corridos entre os quatro melhores. Não apenas para voltar à competição sul-americana, como também para evitar as fases preliminares. Em quinto, os gaúchos prometem atacar o desfalcado Bahia, às 19h15, na Arena Grêmio.

Pior defesa do Brasileirão, o Tricolor Baiano vem de seis derrotas seguidas na competição. Explorar essa fase ruim é uma das metas do Grêmio em sua casa. Depois de ser acusado de praticar o antijogo nas semifinais da Copa do Brasil diante do São Paulo, os gaúchos querem provar que sabem atuar ofensivamente. Com seus titulares descansados, a promessa é de sufoco desde o apito inicial.

Renato Gaúcho mais uma vez deve utilizar o jovem lateral-direito Vanderson, destaque diante do Athletico-PR. O titular Victor Ferraz está com dores musculares e a tendência é que seja poupado. No mais, o treinador deve repetir a escalação que encarou o São Paulo.

Na mira de grandes clubes da Europa, Pepê pode fazer um de seus últimos jogos na arena. O Grêmio já até admite a saída do atacante nesta janela europeia. Porto e Real Madrid aparecem como candidatos principais à contratação.

Alisson fará seu terceiro jogo seguido após bom tempo sem atuar por causa de lesão. Renato Gaúcho quer dar ritmo ao importante jogador. Com a renovação de contrato encaminhada, o zagueiro Pedro Geromel segue fora por lesão. Assim como David Braz. Kannemann e Rodrigues iniciam diante do Bahia. Ganhar significa ultrapassagem ao arquirrival Internacional na tabela de classificação, que só joga na quinta-feira, na casa do Ceará.

DO LADO BAIANO

O Bahia vai a campo tendo três desfalques importantes, mas alguns retornos. O meia Gregore e o zagueiro Juninho estão suspensos e são baixas. Outro desfalque é o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que não pode atuar por conta de uma cláusula contratual, já que está emprestado pelo rival gaúcho. Mas quatro jogadores voltam a ficar à disposição: Daniel, Rodriguinho, Zeca e Ramon.

Além disso, o atacante Marcelo Ryan e o meia Thiago, destaques das categorias de base, viajaram juntos com a delegação e treinaram com o restante do elenco. Atualmente, o Bahia está na 16.ª colocação com 28 pontos e tenta se afastar da zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.