Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio vê erro na hora de decidir e segue em jejum contra times da zona da degola

Empate com o CSA foi o terceiro tropeço do time gaúcho contra equipes que estão na parte debaixo da tabela

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2019 | 09h26

O Grêmio segue sem embalar no Campeonato Brasileiro. Na noite de segunda-feira, tropeçou pela terceira vez diante de um time que está na zona de rebaixamento ao não sair do 0 a 0 com o CSA, no estádio Rei Pelé, na conclusão da 12ª rodada. E a avaliação foi de que o time tomou decisões erradas quando teve a oportunidade de conquistar a vitória.

Embora reconhecendo que a atuação em Maceió não foi boa, o técnico Renato Gaúcho avaliou que o Grêmio teve superioridade em relação ao CSA. Mas, além de reclamar da condição do gramado do Rei Pelé, avaliou que seus jogadores falharam no momento de decidir o duelo.

"O problema foi na hora de decidir: se ia chutar, se ia dar o passe. Tenho conversado, corrigido. Tivemos dois contra-ataques e tomamos a decisão errada. Foi nosso maior erro diante", afirmou o treinador.

A igualdade sem gols foi o terceiro tropeço do Grêmio contra clubes que nesse momento estão na zona de rebaixamento do Brasileirão. Antes, o time havia empatado por 1 a 1 com o Avaí e perdido por 5 a 4 para o Fluminense. E o seu próximo compromisso no torneio também será contra um time que está na zona da degola, a Chapecoense, na segunda-feira, em Porto Alegre.

Esse desempenho ruim impede a ascensão do Grêmio, hoje apenas o 11º colocado do Brasileirão, com 16 pontos. O próximo compromisso do time será pela Copa Libertadores, quinta-feira, contra o Libertad, no duelo de volta das oitavas de final, marcado para o Defensores del Chaco. Na ida, a equipe gaúcha ganhou por 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.