Divulgação
Divulgação

Grêmio supera o Atlético-PR e mantém caça ao vice-líder

Gaúchos fazem 2 a 1 em Curitiba e se recuperam de derrota

FELIPE ROSA MENDES, Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2015 | 23h09

Depois de tropeçar contra rivais diretos na briga pelo G-4, o Grêmio voltou a vencer na noite desta quarta-feira. Fora de casa, derrotou o Atlético Paranaense por 2 a 1, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Luan foi o destaque dos visitantes, com um gol e uma assistência.

O triunfo deixou o time gaúcho com 48 pontos, um atrás do vice-líder Atlético Mineiro, que enfrenta o Santos ainda nesta noite, na Vila Belmiro. O líder Corinthians, que encara o Inter no Beira-Rio, tem 54 e segue com boa folga.

Para o Atlético Paranaense, o resultado marcou mais um tropeço, o quarto seguido, sendo uma derrota para o lanterna Vasco e um empate com o Joinville, penúltimo colocado, nas últimas rodadas. Estacionado na tabela, soma 38 pontos, mais distante do G4 - o Flamengo, quarto colocado, tem 41 e pode ampliar a vantagem na quinta, contra o Coritiba.

Curiosamente, o Atlético mandou a partida desta quarta no Couto Pereira, estádio do arquirrival. O time chegou a um acordo com o Coritiba porque cederá sua arena para um show.

O JOGO

Jogando como mandante na casa do arquirrival, o Atlético assumiu a iniciativa nos primeiros minutos no Couto Pereira. Apostava nas rápidas investidas de Marcos Guilherme e Eduardo, quase sempre buscando Walter em cruzamentos na área. A estratégia assustou aos 15, aos 28 e aos 32. Mas logo o Grêmio passou a se defender melhor pelo seu lado esquerdo e o jogo se tornou mais parelho.

O equilíbrio veio justamente com jogadas explorando o lado direito do seu ataque, assim como fazia o Atlético. Como Douglas errava passes no meio-campo, Galhardo assumia a iniciativa ao disparar até a linha de fundo. Em um dos seus melhores lances, o lateral cruzou com perigo, mas Fernandinho passou batido e desperdiçou a oportunidade, aos 20.

Um lance polêmico quase desequilibrou o duelo em favor do Atlético aos 26 minutos. Após cobrança de escanteio na área, Vilches encheu o pé e Edinho, saindo de forma arriscada, acertou o braço na bola dentro da área. A arbitragem mandou o lance seguir, diante das reclamações atleticanas.

Sem aproveitar suas oportunidades, o Atlético viu o Grêmio ser mais eficiente no ataque. Em um passe cirúrgico de Luan, Douglas apareceu livre de marcação dentro da área. Dominou rapidamente, girou e bateu para as redes, aos 31.

A resposta do Atlético veio cinco minutos depois. Após bate-rebate na área, a bola sobrou na pequena área para Walter, que finalizou de primeira. Grohe fez grande defesa. Na sequência, porém, o goleiro sentiu dores e acabou sendo substituído - ele já era dúvida antes da partida, por conta de um torcicolo.

O segundo tempo começou com mais gol do Grêmio, complicando ainda mais a tarefa atleticana de somar pontos como mandante. Antes de completar o primeiro minuto, Edinho acionou Giuliano, que deu bela enfiada para Luan. Ele invadiu a área e bateu para o gol.

O gol era tudo que o Grêmio queria para armar sua conhecida sólida defesa. O Atlético partia para o ataque, mas não tinha criação e nem velocidade para surpreender a marcação gremista. Só ameaçou aos 20, em lance individual de Roberto que quase resultou em gol de Walter.

Aos 32, diminuiu o placar, não por acaso em novo lance individual. Desta vez Otávio disparou pelo meio e acionou Ewandro, que bateu na saída de Tiago. Motivado pelo gol, o Atlético impôs pressão nos minutos finais, quase sempre em bolas aéreas, sem sucesso. A defesa gremista segurou as pontas e garantiu os três pontos.

Na próxima rodada, o Grêmio vai visitar o Palmeiras, no Pacaembu, no sábado. O Atlético Paranaense fará o clássico local com o Coritiba, domingo, jogando novamente no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 x 2 GRÊMIO

ATLÉTICO-PR - Weverton; Eduardo, Vilches, Wellington, Roberto (Sidcley); Otávio, Deivid (Daniel Hernández), Hernani, Marcos Guilherme, Ytalo (Ewandro); Walter. Técnico: Milton Mendes.

GRÊMIO - Marcelo Grohe (Tiago); Galhardo (William Schuster), Bressan, Erazo, Marcelo Oliveira; Walace, Edinho, Giuliano, Douglas (Bobô); Fernandinho e Luan. Técnico: Roger Machado.

GOLS - Douglas, aos 31 minutos do primeiro tempo. Luan, a 1 minuto, e Ewandro, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Tiago, Otávio, Edinho.

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.