Grêmio vence e elimina o São Paulo

O São Paulo novamente fracassou na Copa do Brasil. A equipe paulista foi eliminada da competição ao ser derrotada pelo Grêmio, por 4 a 3, nesta quarta-feira à tarde no Morumbi. O resultado - que leva a equipe gaúcha às semifinais da competição - deixou o técnico são-paulino Oswaldo Alvarez, o Vadão, ameaçado de perder o cargo. Ele saiu muito vaiado pelos torcedores e o time pode passar por reformulação durante o período em que ficará inativo. O São Paulo só voltará a disputar uma partida oficial no final de julho, quando se inicia a Copa dos Campeões.Ex-jogador do São Paulo, Marcelinho Paraíba foi o grande destaque da partida, marcando três gols. Com o resultado, o Grêmio classificou-se para as semifinais e enfrentará o Coritiba. Enquanto o time gaúcho passeou em campo, o São Paulo só conseguiu seus gols por meio de jogadas esporádicas.O esquema de Vadão foi mal assimilado pelos jogadores. No primeiro tempo, ele escalou Maldonado na lateral-esquerda e o zagueiro Jean como volante. Com isso, o time não atacou e foi sufocado pelo adversário.Os jogadores, por sua vez, apresentavam-se apáticos. Nos 15 primeiros minutos, o Grêmio já tinha perdido três oportunidades. Aos 27, Maldonado perdeu a bola e, após rebatida de Rogério Ceni, Marcelinho Paraíba fez o primeiro gol.Por meio de jogadas individuais de França, o São Paulo reagiu. Aos 30, de pênalti, o atacante empatou a partida. E aos 44, ele chutou cruzado de esquerda, fazendo 2 a 1. Parecia que o São Paulo iria ser outro na etapa final.Mas tudo não passou de ilusão. Aos 8 minutos, Marcelinho Paraíba fez 2 a 2, cobrando falta. Quatro minutos depois, ele fez um golaço, ao driblar a defesa e chutar no canto alto do gol são-paulino: Grêmio 3 a 2.O São Paulo ainda empatou o jogo quando Alexandre aproveitou rebote e chutou rasteiro de fora da área. Mas mesmo com a expulsão de Marcelinho Paraíba, aos 27 minutos, o Grêmio continuou superior. Após pênalti sofrido por Luís Mário, Zinho cobrou e fez o quarto, aos 39. Revoltado, um torcedor são-paulino ivadiu o campo e foi contido pelos seguranças. O time gaúcho terminou o jogo tocando a bola, enquanto os jogadores são-paulinos assistiam passivamente à própria ruína.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.