Grêmio vence Lusa de virada e assume terceiro lugar

Com dois gols do contestado atacante Marcel, o Grêmio venceu a Portuguesa por 2 a 1, de virada, na noite deste domingo, em Porto Alegre, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, é o terceiro colocado com 21 pontos, ao lado do Cruzeiro, que é o vice pelo maior número de gols marcados (19 a 16). A Lusa, que perdeu seus três últimos jogos, caiu para a 15ª colocação, com 12 pontos Em um jogo que teve a volta de Tcheco ao Grêmio após seis meses na Arábia Saudita, o resultado foi melhor que o futebol apresentado. O time gaúcho não fez uma boa partida e, mesmo com apenas um atacante, foi a Portuguesa quem teve as melhores chances para marcar. Perigosa nos contra-ataques, a equipe de Wagner Benazzi dominou o meio-campo e empilhou chances contra o tricolor gaúcho. Aos 17, 20 e 21 minutos, respectivamente Preto, Rogério e Patrício, este para grande defesa de Victor, quase marcaram. Aos 30, no entanto, não teve jeito: após falha grotesca de Léo, Rogério pegou a bola, passou por Pereira e tocou no canto para fazer 1 a 0. O Grêmio, mesmo dominado, empatou aos 36 com o já vaiado Marcel, de cabeça, após escanteio cobrado por Tcheco.O técnico Celso Roth, na volta do intervalo, disse que o time falhou na marcação: "Temos que melhorar isso e também manter a calma na hora de atacar para criar mais situações de gol". Mas não foi isso que aconteceu na segunda etapa. Sem criatividade no meio-campo, as chances não apareciam. O gol da virada foi acontecer aos 30 minutos quando, após um rebote da zaga da Portuguesa, Marcel pegou a sobra e, após dominar a bola no peito, mandou uma bomba no ângulo de André Luiz para fazer 2 a 1, quando o resultado mais justo seria o empate.Ficha Técnica Grêmio 2 x 1 PortuguesaGrêmio - Victor; Léo (Makelele), Pereira e Réver; Paulo Sérgio, Rafael Carioca, Tcheco, Rodrigo Mendes (Soares) e Hélder; André Luís (Anderson Pico) e Marcel. Técnico: Celso RothPortuguesa: André Luiz; Patrício, Bruno Rodrigo, Halisson e Bruno Recife; Eric, Carlos Alberto, Gavillán (Claudecir), Preto e Edno; Rogério (Washington). Técnico: Vagner BenazziGols - Rogério, aos 30 e Marcel, aos 36 minutos do primeiro tempo; Marcel, aos 30 minutos do segundo tempoCartões amarelos - Pereira e Gavillán (Grêmio); Carlos Alberto e Halisson (Portuguesa)Cartão vermelho - Halisson (Portuguesa)Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ) Renda - R$ 355.966,00Público - 22.957 pagantesLocal - Estádio Olímpico

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.