Juan Karita/AP
Juan Karita/AP

Grêmio vence o Aurora e lidera grupo na Libertadores

Equipe do Rio Grande do Sul supera o adversário na Bolívia por 2 a 1 e assume a ponta da chave

Agencia Estado

26 de março de 2009 | 00h06

O Grêmio assumiu a ponta do Grupo 7 da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira, ao derrotar o Aurora por 2 a 1, na Bolívia. A vitória deixou a equipe brasileira com sete pontos, na liderança isolada da chave. Na segunda posição está o Boyacá Chicó, que tem seis pontos. O Aurora é o lanterna, ainda sem marcar pontos na competição.

Veja também:

tabela Libertadores - Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O time gaúcho começou o jogo em ritmo forte, com duas bolas na trave logo no início. Jonas, que perdeu muitos gols na última partida do time na Libertadores, bateu de fora da área e acertou o travessão, aos 5 minutos.

Aos 8, foi a vez de Fábio Santos avançar pela linha de fundo e bater rasteiro e cruzado. A bola atravessou a pequena área e parou na trave. No rebote, Alex Mineiro não conseguiu dominar a bola e impediu novo lance perigoso dos brasileiros.

Com maior volume de jogo, o Grêmio parecia jogar em casa. Dominou o meio-de-campo sem dificuldade e chegava ao ataque com frequência. Ruy, em tabela com Alex Mineiro, e Jonas perderam boas chances de abrir o placar.

A insistência deu resultado aos 41 minutos. Na entrada da área, Alex Mineiro fez boa assistência para Jonas, que avançou pelo meio e finalizou no canto. Foi o primeiro gol do atacante na competição.

Do outro lado, o Aurora não mostrava força ofensiva e deu pouco trabalho à defesa gremista. Os donos da casa não levaram perigo ao gol de Victor em nenhum momento da primeira etapa.

Depois do domínio brasileiro na primeira etapa, o Aurora acordou e se recuperou no segundo tempo. Logo aos 3 minutos, López mandou de cabeça e exigiu boa defesa de Victor, que espalmou.

O Grêmio respondeu na sequência. Alex Mineiro invadiu a área, mas demorou para finalizar e desperdiçou mais uma boa chance da equipe gaúcha. O erro custou caro aos brasileiros. No minuto seguinte, o goleiro Dulcich fez longo lançamento e achou Paredes, que surpreendeu a zaga e bateu na saída do goleiro, empatando o jogo.

A partir dos 14 minutos, a partida ganhou em faltas, cartões e catimba. Fora da jogada, Jonas acertou zagueiro do Aurora e foi expulso. Em seguida, Zenteno, por reclamação, e Cardozo, por fazer dura falta em Tcheco, foram advertidos com cartão amarelo, tentando pressionar o árbitro.

O Grêmio, no entanto, manteve a calma, mas seguiu perdendo gols. A vitória só veio em um lance de bola parada, que contou com a ajuda do goleiro boliviano. Aos 41, Tcheco bateu falta de longe, sem grandes pretensões, e viu Dulcich aceitar a bola por entre as pernas: 2 a 1.

Na próxima rodada do grupo, o Grêmio vai voltar a enfrentar o Aurora. Dessa vez a partida será disputada em Porto Alegre, no dia 7, às 19 horas.

AURORA 1 X 2 GRÊMIO

Aurora - Dulcich; Zenteno (López), Leonforte e Méndez; Escobar, Cristian Cardozo (Sossa), Jaime Cardozo, Paredes e Bongioanni; Zenteno e Castellón (Rodriguez). Técnico: Julio César Baldivieso.

Grêmio - Victor; Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy (Makelele), Adilson (Thiego), Tcheco, Souza e Fábio Santos; Alex Mineiro (Herrera) e Jonas. Técnico: Celso Roth.

Gols - Jonas, aos 41 minutos do primeiro tempo. Paredes, aos 8, e Tcheco, aos 41 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Paredes, Cardozo, Zenteno, Castellón (Aurora); Ruy, Adilson (Grêmio).

Cartão vermelho - Jonas (Grêmio).

Árbitro - Juan Soto (VEN).

Local - Estádio Félix Capriles, em Cochabamba (BOL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.