Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio derrota São Luiz e vai encarar o Internacional na final do Gaúcho

Decisão do Estadual entre rivais não acontece desde 2015

Redação, Estadão Conteúdo

07 de abril de 2019 | 18h22

O Grêmio confirmou a sua presença na final do Campeonato Gaúcho ao vencer o São Luiz, de Ijuí, por 3 a 0, nesta tarde de domingo, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. No jogo de ida, no estádio 19 de Outubro, houve empate sem gols. O título vai ser decidido contra o rival Internacional, o que não acontece desde 2015.

O regulamento prevê dois jogos, com o Grêmio, dono da melhor campanha (39 a 34 pontos), tendo a vantagem de disputar o segundo jogo em sua casa. O time tricolor está invicto, com 12 vitórias e três empates. O seu ataque marcou 38 gols e sua defesa sofreu apenas um. A Federação Gaúcha de Futebol deve confirmar estes jogos para dia 14 (domingo), no estádio Beira-Rio, e no dia 17 (quarta-feira), na Arena Grêmio.

Neste século, com domínio dos clubes do Interior, o título gaúcho foi decidido apenas cinco vezes em Gre-Nais de um total de 19 disputados. O Grêmio levou vantagem apenas em 2006 e 2010. Colorado em 2011, 2014 e 2015. Ano passado, o time tricolor sagrou-se campeão em cima do Brasil de Pelotas. No ranking geral de conquistas, o Inter levou a taça 45 vezes, contra 37 do Grêmio.

Como era esperado, o Grêmio começou no ataque, em busca do gol. Para abrir o placar, usou a malícia. Cobrou uma falta na intermediária com rapidez, com Everton ligando Matheus Henrique pelo lado esquerdo da área. Ele fez o levantamento para o outro lado, André ajeitou de cabeça e Alisson entrou em velocidade na pequena área para completar de carrinho aos 24 minutos.

Quem fez um gol sem mexer no placar foi o goleiro Paulo Victor, que salvou o Grêmio aos 34 minutos. Após toque de Mikael, houve o desvio à queima-roupa de Thiago Alagoano e o goleiro defendeu, fechando o ângulo. Uma grande defesa. Era um alerta de que seria necessário ampliar o placar.

O esperado segundo gol, para aliviar a torcida, saiu aos 37 minutos. Matheus Henrique outra vez iniciou a jogada e achou André na grande área. O atacante, com habilidade, fez o drible de corpo num marcador e bate cruzado, sem chances de defesa para o goleiro Carlão.

No segundo tempo, sem alternativa, o visitante tentou ir ao ataque. Teve um gol anulado aos 11 minutos, quando Leilson andou para as redes com os dois braços, num lance bem rápido. O castigo veio dois minutos depois. Jean Pyerre ligou Éverton, que cortou o marcador e chutou cruzado no ângulo, aos 13 minutos.

Com o placar definido, o Grêmio desacelerou, inclusive com Renato Gaúcho promovendo logo duas alterações. Tirou Alisson e Maicon para as entradas, respectivamente, de Marinho e Romulo. E, depois, poupou André para a entrada de Felipe Vizeu. O São Luiz também sentiu o drama e passou a tocar a bola lateralmente. Terminou em quarto lugar, atrás do Caxias, eliminado pelo Internacional, porém, com maior pontuação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.