Julio Pantoja/Reuters
Julio Pantoja/Reuters

Grêmio vence Tucumán na Argentina e fica perto da semi da Libertadores

Com gols de Alisson e Everton, time gaúcho faz 2 a 0 e tem enorme vantagem para decidir em Porto Alegre

Leandro Silveira, O Estado de S.Paulo

18 Setembro 2018 | 23h59

 O Grêmio está perto da classificação às semifinais da Copa Libertadores. Nesta terça-feira, mesmo atuando na Argentina, o time gaúcho superou o Atlético Tucumán por 2 a 0, com gols de Everton e Alisson, e abriu ótima vantagem no confronto pelas quartas de final da competição, que terá o seu duelo de volta disputado em 2 de outubro. 

Para construir a vitória desta terça-feira, o Grêmio conseguiu sobreviver ao sufoco imposto pelo clube argentino nos minutos iniciais, além de ter contado com a aposta acertada de Renato Gaúcho em Alisson, presente nos lances capitais do jogo: marcou o primeiro gol, deu o passe para o segundo e ainda sofreu a agressão que culminou na expulsão de Gervasio Núñez. Além disso, Everton, grande destaque do time em 2018, marcou o gol que selou o placar. 

No início do próximo mês, na Arena Grêmio, os atuais campeões da Libertadores poderão perder por até um gol de diferença diante do Atlético Tucumám para se garantirem pela nona oportunidade nas semifinais da competição, fase em que o adversário sairá do confronto entre Independiente e River Plate. O volante Maicon, que estava pendurado, pareceu forçar um novo cartão amarelo e está suspenso desse duelo. Até lá, o Grêmio terá compromissos pelo Brasileirão, sendo o primeiro deles no domingo, quando vai receber o Ceará no seu estádio. 

Sem contar com os dois centroavantes do elenco - André e Jael -, que estão lesionados, Renato apostou na entrada do meia-atacante Alisson, adiantando Luan. Mas o Grêmio demorou a encaixar no novo esquema tático, levando muitos sustos nos minutos iniciais. 

Apoiado pela sua torcida fanática em um jogo encarado como o mais importante da sua história, o Atlético Tucumán impôs forte pressão no começo do duelo, aproveitando que o Grêmio não conseguia reter a posse de bola e também cometia alguns erros defensivos. Foram três chances de gols nos 15 minutos iniciais, em finalizações de Noir, Acosta e Gervasio Nuñez. Nessa última, Marcelo Grohe fez defesa difícil na cobrança de falta. 

A partir dos 20 minutos, porém, o Grêmio começou a impor o seu toque de bola e a dar trabalho para a defesa adversária em lances que envolviam Alisson, Everton e Luan. O time equilibrou o jogo, chegou a correr riscos, mas conseguiu abrir o placar com a principal novidade da sua escalação. Foi aos 34 minutos, quando Cícero encontrou Alisson na grande área, após a bola passar por vários jogadores. Ele não perdeu a chance e fuzilou para as redes, fazendo 1 a 0. 

O gol deixou o Grêmio em boa situação e ficou ainda mais confortável aos 45 minutos, quando árbitro colombiano Wilmar Roldán consultou o VAR para expulsar Nuñez, por agressão a Alisson. O recurso eletrônico passou a ser usado na Libertadores exatamente no confronto desta terça. 

E o Grêmio aproveitou a vantagem numérica logo no começo do segundo tempo. Aos nove minutos, Leonardo Gomes lançou Alisson, que cruzou para Everton. O atacante aproveitou a falha de San Román para finalizar às redes, marcando o seu quinto gol nesta edição da Libertadores. 

O segundo gol do Grêmio esfriou a partida em Tucumán. O time da casa não deixou de se esforçar para diminuir a sua desvantagem, mas só foi perigoso em jogadas de bola parada. E o time gaúcho conseguiu sustentar sem maiores sustos o placar de 2 a 0, ficando mais próximo das semifinais da Libertadores, ainda que desperdiçando uma chance incrível com Everton nos minutos finais. 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO TUCUMÁN 0 X 2 GRÊMIO 

ATLÉTICO TUCUMÁN - Lucchetti; San Román, Bianchi, Cabral e Abero; Acosta, Aliendro (Mauro Matos), Mercier e Noir (Gervasio Núñez); Luis Rodríguez e Leandro Díaz (Barbona). Técnico: Ricardo Zielinski. 

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Thaciano), Cícero, Ramiro, Alisson (Pepê) e Everton; Luan (Douglas). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Alisson, aos 34 minutos do primeiro tempo; Everton, aos nove minutos do segundo tempo. 

ÁRBITRO - Wilmar Roldán (Fifa/Colômbia). 

CARTÕES AMARELOS - Bianchi e Leandro Díaz (Atlético Tucumán); Kannemmann, Maicon e Cortez (Grêmio). 

CARTÃO VERMELHO - Gervasio Núñez (Atlético Tucumán). 

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. 

LOCAL - Estádio Monumental José Fierro, em Tucumán (Argentina). 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.