Gremista reclama de estouro de rojão na Arena

A explosão de um rojão no anel inferior de arquibancadas do setor sul da Arena fez a jovem Greice Gomes perder a audição temporariamente na noite de quarta-feira, pouco antes de Grêmio e Fluminense empatarem por 0 a 0 pela Copa Libertadores. Ela estava com o namorado Guilherme Costa, com quem costuma ir a todos os jogos do time gaúcho. O portador do artefato foi identificado pelo sistema de segurança e encaminhado à polícia, para autuação.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 20h08

A vítima comentou o caso em sua página no Facebook. "O fato que ocorreu na Bolívia não serviu de exemplo? Estou indignada com a situação e com muito medo de que possa ter ocorrido algo mais grave do que a perda momentânea da audição, mas por outro lado estou feliz, pois estou aqui conseguindo escrever isso", escreveu. "Como alguém consegue entrar com um rojão em um estádio de primeiro mundo?", questionou. "Não adianta ter estádio de primeiro mundo sem segurança de primeiro mundo".

O caso da jovem torcedora não foi a única confusão da noite. Em outro setor das arquibancadas, dois torcedores acenderam sinalizadores. As ocorrências do rojão e dos sinalizadores estão entre as oito registradas pelo Juizado Especial Criminal (Jecrim), que tem um posto no próprio estádio. As outras foram por posse de drogas, desacato e conduta inconveniente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.