Gremistas fazem promessas para não cair

Vale tudo na hora de assegurar a permanência do Grêmio na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Os jogadores recorreram a promessas para evitar o vexame. Se o time ganhar do Corinthians neste domingo, no Olímpico, e escapar do rebaixamento, Anderson Lima vai cortar o cabelo que vem deixando crescer desde que o time se viu na lanterna do campeonato.Cláudio Pitbull viajará de carro a Bento Gonçalves e, de lá, caminhará 20 quilômetros até o santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, em Farroupilha, um centro de peregrinações que tem entre seus freqüentadores fiéis Luiz Felipe Scolari e Tite. Sem tornar públicas suas intenções, outros jogadores vão doar cestas básicas ao Programa Fome Zero e a entidades assistenciais. Até o assessor de imprensa, Sérgio Schiller, entrou na onda e vai caminhar 30 quilômetros, de Porto Alegre ao santuário do Padre Reus, em São Leopoldo.Para animar os jogadores na hora de entrar em campo, o clube já garantiu a lotação do Olímpico oferecendo dois ingressos pelo preço de um. Os torcedores formam filas de 400 metros à frente das bilheterias do Olímpico desde quinta-feira e asseguraram antecipadamente a presença de 36 mil pessoas no jogo. As outras 18 mil que cabem no estádio serão os sócios e quem deixou para disputar os ingressos restantes no sábado e domingo.O Grêmio conta ainda com seu retrospecto recente, muito superior ao de sua participação no restante do campeonato. O time venceu três e empatou um dos quatro últimos jogos que disputou. Ao longo da competição foram 12 vitórias, 11 empates e 22 derrotas em 45 jogos. Se confirmar a evolução que mostrou na reta final, poderá comemorar como se fosse um título a simples permanência na elite do futebol brasileiro.O técnico Adílson Batista já definiu o time com Adriano e Renato formando a zaga no lugar de Baloy e Claudiomiro, e Gavião e Marcos Paulo como volantes substitutos de Tinga e Leanderson. Todos os desfalques devem-se a suspensões dos jogadores que recorreram às faltas para assegurar o empate contra o Santos, no domingo passado, na Vila Belmiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.