Greve de jogadores de futebol na Itália é cancelada

MILÃO - A greve dos jogadores do Campeonato Italiano, que iria ocorrer neste fim de semana, foi cancelada após um acordo ter sido fechado sobre um novo contrato coletivo, informou a associação italiana de jogadores de futebol nesta quinta-feira.

MARK MEADOWS, Reuters

09 de dezembro de 2010 | 17h56

"O protesto foi cancelado", disse a nota.

As conversas de quinta-feira ocorreram após uma reunião de sete horas ocorrida dois dias antes, na sede da federação de futebol em Roma.

O sindicato discordava de partes de um novo contrato coletivo que garante os direitos básicos dos jogadores, especialmente sobre os planos de clubes de forçar atletas não mais desejáveis a treinar separadamente do time ou aceitar uma transferência.

O acordo desta quinta-feira significa que todos os jogadores com contratos com os maiores times devem ter permissão para treinar com a equipe principal. Também foram estabelecidas regras para evitar a discriminação de jogadores não desejáveis que sejam colocados à venda.

Os detalhes serão discutidos durante a temporada.

"O sindicato agradece os jogadores que mostraram... um elevado nível de responsabilidade para defender sua dignidade profissional e os direitos fundamentais de todos os trabalhadores", disse o presidente do sindicato, Sergio Campana.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Italianogreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.