Patrik Stollarz/AFP
Patrik Stollarz/AFP

Griezmann amarga 2ª final perdida para Ronaldo: 'É uma m...'

Francês já havia perdido Liga dos Campeões para o português, pelo Atlético de Madrid

Estadão Conteúdo

10 de julho de 2016 | 20h33

O gol marcado por Éder no segundo tempo da prorrogação definiu o título de Portugal sobre a França na Eurocopa, em pleno Stade de France, em Saint-Denis, nos arredores de Paris. Para Antoine Griezmann, o jogo marcou a segunda derrota diante de Cristiano Ronaldo em pouco mais de um mês, e o atacante francês não gostou nada.

"Segunda final perdida em um mês. É uma m...", comentou o cabisbaixo jogador francês ao final da partida. Após alcançar a média de um gol por jogo durante os seis primeiros jogos da competição, Griezmann levou perigo, mas passou em branco na grande final.

Antes da decisão da Eurocopa, Griezmann esteve em campo em Milão para a final da Liga dos Campeões da Europa, no dia 28 de maio, defendendo o Atlético de Madrid, que acabou derrotado pelo arquirrival Real Madrid nos pênaltis.

DESCHAMPS LAMENTA DERROTA

Campeão mundial (1998) e da Eurocopa (2000) como jogador, o técnico Didier Deschamps não escondeu a tristeza por ter sido derrotado em casa na decisão. "Perdemos uma grande oportunidade e não há palavras para expressar nossa decepção. Precisaremos de tempo para digerir a perda dessa oportunidade de vencer", comentou.

Apesar do lamento, Deschamps fez questão de elogiar o brio da equipe durante toda a competição e agradeceu a atuação sempre positiva dos torcedores que fizeram uma bonita festa por um mês pelo país.

"Não se pode esquecer o espírito que reina nesta equipe. Com nossa torcida, ganhamos e sofremos juntos. Hoje (domingo) perdemos. Nossos torcedores nos empurraram, mas não pudemos dar o troféu para eles. É triste, mas é assim", concluiu o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.