Jon Nazca/ Reuters
Jon Nazca/ Reuters

Griezmann faz três, Atlético de Madrid atropela Sevilla e segue à caça do Barça

Atacante comanda a goleada por 5 a 2 da equipe que se mantém na briga pelo título do Espanhol

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2018 | 18h50

O Atlético de Madrid não tomou conhecimento do Sevilla e massacrou o adversário jogando fora de casa, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha. Diego Costa e Griezmann comandaram a goleada por 5 a 2, pela 25.ª rodada do Campeonato Espanhol, que mantém o time vivo na briga pelo título.

+Com dois de Mina, Valencia vence a Real Sociedad e segue na cola no Real Madrid

Confira a tabela do Campeonato Espanhol

É difícil, mas faltando ainda 13 rodadas para o término do campeonato, o Atlético de Madrid, vice-líder, ainda acredita no título e segue à caça do líder Barcelona. Hoje o time de Madri soma 58 pontos, tem sete a menos que o rival da Catalunha e a mesma diferença, mas em seu favor, em relação ao Real Madrid, terceiro colocado.

O duelo entre os dois primeiros colocados que pode definir o título em favor do Barcelona ou embolar a competição, acontece daqui a duas rodadas, no dia 4 de março, no estádio Camp Nou, casa do clube da Catalunha.

O Sevilla, por outro lado, foi ultrapassado pelo Villarreal na tabela de classificação. Caiu para a sexta posição, parando nos 39 pontos e se complicou na briga por uma vaga na Liga dos Campeões da Europa. Está a quatro do Celta, sétimo colocado e primeiro time fora da zona de classificação à Liga Europa.

A dupla de ataque formada por Diego Costa e Antoine Griezmann, tão celebrada pelos torcedores, foi protagonista e decidiu a partida a favor do time de Madri. O brasileiro naturalizado espanhol abriu o placar, aproveitando falha na saída de bola do adversário, e o francês foi brilhantes, marcando três vezes.

O primeiro dele, no final da etapa inicial, foi uma pintura, em chute da entrada da área que entrou no ângulo do goleiro Sérgio Rico. O terceiro gol e segundo do francês saiu em cobrança de pênalti, logo no começo da etapa final. Griezmann ainda deu uma assistência para Koke fazer o quarto gol e depois fez mais um, aos 36 minutos, completando passe de Saul.

O Sevilla demorou muito para acordar na partida e ensaiou uma reação tardia, depois dos 40 minutos, marcando dois gols - um com Sarabia e o outro, já nos acréscimos, com Nolito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.